• © Divulgação/Record
  • © Divulgação/Record
  • © Divulgação/Record
  • © Divulgação/Record
  • © Divulgação/Record
  • © Divulgação/Record
  • © Divulgação/Record
  • © Divulgação/Record
  • © Divulgação/Record
  • © Divulgação/Record
  • © Divulgação/Record
  • © Divulgação/Record
  • © Divulgação/Record
  • © Divulgação/Record
  • © Divulgação/Record
  • © Divulgação/Record
  • © Instagram

“Eu e Emilly éramos um inferno”, desabafa Marcos Härter

Na última quinta-feira (23), poucas horas antes da eliminação de Monique Amin de “A Fazenda -Nova Chance”, da Record, Marcos Härter decidiu falar um pouco sobre sua vida pessoal. Enquanto se exercitava, o médico relembrou seu relacionamento com Emilly Araújo no “BBB 17”, da Globo.

VOCÊ VIU? Veja os detalhes do casamento de Tralli e Ticiane Pinheiro

Nasce o nono neto de Silvio Santos em São Paulo

Anitta sobre casamento com Thiago Magalhães: “Estou feliz”

Após mais de 30 anos, Malu Mader pode perder vaga na Globo

“Eu e Emilly éramos um inferno, hoje entendo os caras reclamando. Fora da casa eu terminava, não tinha como. Se fosse fora do reality eu conseguiria, eu sempre consegui, mas lá dentro tudo é diferente”, garantiu o cirurgião plástico.

E continuou: “Eu deveria ter sido mais firme nas decisões: ‘Emilly chega, acabou! Você está sendo tóxica’. Eu até cheguei a dizer parte disso no domingo antes de sair”.

Marcos ainda disse que não se arrepende de não ter formado casal no programa. “Mas eu apreendi, tanto que nesse reality eu tive oportunidade de fazer casal e não fiz. Óbvio que tem momento feliz, de dividir felicidades e conquistas, mas pesa e pesa muito. Acho que o Yuri e Monick estão se dando muito bem até agora”, disse.

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE