Ex-Polegar deixa a cadeia; saiba mais!

Relembre mais polêmicas envolvendo Ricardo Costa

Por ,

O ex-Polegar Ricardo Costa - preso por não pagar pensão alimentícia ao filho de 9 anos - foi liberado da Delegacia de Investigação de Taubaté, no interior de São Paulo, no dia 27 de junho, após quitar parte da dívida.
Fonte: Facebook

O ex-Polegar Ricardo Costa - preso por não pagar pensão alimentícia ao filho de 9 anos - foi liberado da Delegacia de Investigação de Taubaté, no interior de São Paulo, no dia 27 de junho, após quitar parte da dívida. "Ele pagou 70% do salário mínimo e mais R$ 500 da terceira parcela do acordo", informou o advogado de sua ex-esposa, Anna Gatolini, ao "Uol". Ao todo, o artista devia R$ 13,5 mil ao garoto

Durante o “Hora do Faro”, da Record, do dia 9 de abril, Ricardo Costa, ex-integrante do grupo Polegar, revelou que tem passado por dificuldades financeiras e que já acumula dívidas com bancos, pensão dos filhos, padarias, amigos e fãs.
Fechar anúncio
Fonte: Record

Durante o “Hora do Faro”, da Record, do dia 9 de abril, Ricardo Costa, ex-integrante do grupo Polegar, revelou que tem passado por dificuldades financeiras e que já acumula dívidas com bancos, pensão dos filhos, padarias, amigos e fãs. "[Eu preciso de ajuda] faz tempo. Pensão atrasada, aluguel atrasado, e não é porque eu não trabalho. Sim, trabalho de segunda a segunda, mas as coisas infelizmente acontecem [...] [De tudo o que ganhei no 'Polegar'], não sobrou nada. As dívidas apertaram de uns seis anos para cá. E de tudo, o que mais me preocupa é a pensão, porque é a única coisa que dá cadeia nesse mundo", disse ele, que é pai de quatro filhos

Ricardo Costa utilizou o Facebook para compartilhar o anúncio de venda de seu food truck. O ex-Polegar precisa de dinheiro para quitar uma dívida de pensão alimentícia do filho de 9 anos - caso não pague o valor, R$ 12 mil, ele poderá ser preso. O músico explicou que os problemas pessoais associados à crise econômica no país fizeram com que suas finanças ficassem desequilibradas. Segundo o
Fonte: Facebook

Ricardo Costa utilizou o Facebook para compartilhar o anúncio de venda de seu food truck. O ex-Polegar precisa de dinheiro para quitar uma dívida de pensão alimentícia do filho de 9 anos - caso não pague o valor, R$ 12 mil, ele poderá ser preso. O músico explicou que os problemas pessoais associados à crise econômica no país fizeram com que suas finanças ficassem desequilibradas. Segundo o "G1", o famoso tem cerca de R$ 160 mil em débitos que precisa pagar

Ricardo Costa conversou com Geraldo Luís para o
Fechar anúncio
Fonte: Record

Ricardo Costa conversou com Geraldo Luís para o "Domingo Show", da Record, e apareceu irreconhecível na gravação. O ex-Polegar estava com o rosto cheio de hematomas, resultado de uma briga com o cunhado, Carlos Augusto Magro, no começo de agosto de 2016. O ex-baterista, agora chef de cozinha, garantiu que a discussão com o parente começou por um motivo "besta" - ele teria comentado que o cabelo do sobrinho parecia uma "casinha de pomba". Carlos, por sua vez, se defendeu e disse que Ricardo se intrometia em assuntos da família com frequência e que chegou a levar uma facada de um dos amigos do ex-Polegar. "Ele falou que o moleque tinha cabelo de maloqueiro, pobre, era feio. O Cris ficou triste", explicou

O ex-Polegar Ricardo Costa recebeu alta do Hospital Regional do Vale do Paraíba, em Taubaté, interior de São Paulo, no dia 12 de agosto. O músico deu entrada no local no dia 7 depois de ser agredido pelo cunhado, Carlos Augusto Santos Magro, irmão de sua namorada, Sindy Magro
Fonte: Divulgação

O ex-Polegar Ricardo Costa recebeu alta do Hospital Regional do Vale do Paraíba, em Taubaté, interior de São Paulo, no dia 12 de agosto. O músico deu entrada no local no dia 7 depois de ser agredido pelo cunhado, Carlos Augusto Santos Magro, irmão de sua namorada, Sindy Magro

Ricardo Costa foi agredido de forma violenta e teve que ser internado no Hospital Regional de Taubaté, interior de São Paul no dia 7 de agosto. O autor do crime foi o cunhado do ex-Polegar, Carlos Augusto Santos Magro. De acordo com Horácio Campos, delegado da seccional de Taubaté, o irmão da namorada do músico confessou a autoria da agressão, que aconteceu por volta das 22hs, no food truck que ele mantém na cidade. Armado com um pedaço de madeira, o rapaz atacou o cunhado com uma pancada na cabeça, deixando-o inconsciente
Fechar anúncio
Fonte: Facebook

Ricardo Costa foi agredido de forma violenta e teve que ser internado no Hospital Regional de Taubaté, interior de São Paul no dia 7 de agosto. O autor do crime foi o cunhado do ex-Polegar, Carlos Augusto Santos Magro. De acordo com Horácio Campos, delegado da seccional de Taubaté, o irmão da namorada do músico confessou a autoria da agressão, que aconteceu por volta das 22hs, no food truck que ele mantém na cidade. Armado com um pedaço de madeira, o rapaz atacou o cunhado com uma pancada na cabeça, deixando-o inconsciente

Ao lado da atual namorada, Sindy, Ricado Costa é pai de João, de apenas um aninho
Fonte: Facebook

Ao lado da atual namorada, Sindy, Ricado Costa é pai de João, de apenas um aninho

Longe dos palcos, Ricardo Costa atua como chef de cozinha e tem até um food truck no interior de São Paulo
Fechar anúncio
Fonte: Facebook

Longe dos palcos, Ricardo Costa atua como chef de cozinha e tem até um food truck no interior de São Paulo

Ricardo Costa ainda mantém bom relacionamento com os ex-companheiros do Polegar, Alan Frank, Alex Gill e Rafael Ilha
Fonte: Facebook

Ricardo Costa ainda mantém bom relacionamento com os ex-companheiros do Polegar, Alan Frank, Alex Gill e Rafael Ilha

Ricardo Costa, Alan Frank, Alex Gill e Rafael Ilha, em meados dos anos 90, formavam o Polegar
Fechar anúncio
Fonte: Arquivo Pessoal

Ricardo Costa, Alan Frank, Alex Gill e Rafael Ilha, em meados dos anos 90, formavam o Polegar

Sucesso nos anos 90, grupo Polegar foi um fenômeno na música para o público adolescente. com direito a disco de ouro, plantina e milhares de cópias vendidas
Fonte: Arquivo Pessoal

Sucesso nos anos 90, grupo Polegar foi um fenômeno na música para o público adolescente. com direito a disco de ouro, plantina e milhares de cópias vendidas

O ex-Polegar Ricardo Costa - preso por não pagar pensão alimentícia ao filho de 9 anos - foi liberado da Delegacia de Investigação de Taubaté, no interior de São Paulo, no dia 27 de junho, após quitar parte da dívida.
Durante o “Hora do Faro”, da Record, do dia 9 de abril, Ricardo Costa, ex-integrante do grupo Polegar, revelou que tem passado por dificuldades financeiras e que já acumula dívidas com bancos, pensão dos filhos, padarias, amigos e fãs.
Ricardo Costa utilizou o Facebook para compartilhar o anúncio de venda de seu food truck. O ex-Polegar precisa de dinheiro para quitar uma dívida de pensão alimentícia do filho de 9 anos - caso não pague o valor, R$ 12 mil, ele poderá ser preso. O músico explicou que os problemas pessoais associados à crise econômica no país fizeram com que suas finanças ficassem desequilibradas. Segundo o
Ricardo Costa conversou com Geraldo Luís para o
O ex-Polegar Ricardo Costa recebeu alta do Hospital Regional do Vale do Paraíba, em Taubaté, interior de São Paulo, no dia 12 de agosto. O músico deu entrada no local no dia 7 depois de ser agredido pelo cunhado, Carlos Augusto Santos Magro, irmão de sua namorada, Sindy Magro
Ricardo Costa foi agredido de forma violenta e teve que ser internado no Hospital Regional de Taubaté, interior de São Paul no dia 7 de agosto. O autor do crime foi o cunhado do ex-Polegar, Carlos Augusto Santos Magro. De acordo com Horácio Campos, delegado da seccional de Taubaté, o irmão da namorada do músico confessou a autoria da agressão, que aconteceu por volta das 22hs, no food truck que ele mantém na cidade. Armado com um pedaço de madeira, o rapaz atacou o cunhado com uma pancada na cabeça, deixando-o inconsciente
Ao lado da atual namorada, Sindy, Ricado Costa é pai de João, de apenas um aninho
Longe dos palcos, Ricardo Costa atua como chef de cozinha e tem até um food truck no interior de São Paulo
Ricardo Costa ainda mantém bom relacionamento com os ex-companheiros do Polegar, Alan Frank, Alex Gill e Rafael Ilha
Ricardo Costa, Alan Frank, Alex Gill e Rafael Ilha, em meados dos anos 90, formavam o Polegar
Sucesso nos anos 90, grupo Polegar foi um fenômeno na música para o público adolescente. com direito a disco de ouro, plantina e milhares de cópias vendidas

Últimas