Relembre os maiores vilões do "Big Brother Brasil"

Confira os participantes que conquistaram a antipatia do público

Por ,

Nem só de amores e festas vive o
Fonte: TV Globo

Nem só de amores e festas vive o "Big Brother Brasil". Os vilões são parte muito importante da dinâmica do programa da TV Globo, não é mesmo?


VOCÊ VIUSem contrato, Emilly devolve duplex alugado e deixa RJ 


Chega ao fim casamento de Diogo Nogueira, diz jornal 


Autor mata personagens de "O Outro Lado" por ordem da Globo 


Marilene Saade surpreende fãs ao postar foto nua; confira!


Afinal de contas, reality que se preze tem muita intriga e, claro, barraco para 'apimentar' a competição.


Marcelo Arantes, do "BBB 8", por exemplo, não tinha papas na língua e falava o que vinha em sua mente.


O psiquiatra criticava seus colegas de confinamento e chegou até a apontar o dedo para sua melhor amiga, Gyselle, acusando a sister de ser omissa. 


Por essa razão, o brother foi eliminado com 71% dos votos na oitava semana de jogo.


No entanto, Marcelo, claro, não foi o único vilão da atração. Confira, nas páginas a seguir, mais participantes que causaram a ira do público!

Amado e odiado pelo público, Marcos Härter dividiu opiniões dentro e fora da casa. Em um relacionamento abusivo com Emilly Araújo, o médico acabou sendo eliminado na reta final do
Fechar anúncio
Fonte: TV Globo

Amado e odiado pelo público, Marcos Härter dividiu opiniões dentro e fora da casa. Em um relacionamento abusivo com Emilly Araújo, o médico acabou sendo eliminado na reta final do "BBB" por agressão

Ronan, do
Fonte: TV Globo

Ronan, do "BBB 16", foi o mais criticado da edição. O estudante de Filosofia mostrou que faria qualquer coisa para levar o R$ 1,5 milhão para casa. Taxado de manipulador e cruel, o brother montou uma panelinha com Alan, Daniel e Tamiel para eliminar os rivais mais fracos logo no início. Para o plano dar certo, o jovem espalhou diversas mentiras pela casa

Laércio, também do
Fechar anúncio
Fonte: TV Globo

Laércio, também do "BBB 16", disputou com Ronan o posto de mais odiado pelo público. O tatuador revelou dentro da casa que preferia namorar “novinhas” e que já tinha saído com meninas de 17 anos. Ana Paula, indignada, começou a chamar o brother de pedófilo, o que mais tarde foi comprovado pela Justiça. Atualmente, o ex-participante do reality está preso por ter mantido relacionamento com uma menina de 13 anos, em 2012. O veterano foi condenado a 12 anos

Fernando, do
Fonte: TV Globo

Fernando, do "BBB 15", virou o vilão da casa após assumir sua estratégia de 'queimar' os concorrentes. Além disso, após ficar com Aline e Amanda dentro do confinamento - ele trocou a morena pela loira, mas depois da eliminação de Aline voltou a transar com Amanda -, causou a furia do público e foi eliminado em seu Paredão

Luan Patrício, do
Fechar anúncio
Fonte: TV Globo

Luan Patrício, do "BBB 15", foi bastante criticado por sua postura preconceituosa dentro da casa e passou a ser 'odiado' fora do programa ao contar vantagens com frequência quando estava confinado. Em um dos episódios, o rapaz, que era ex-militar, afirmou ter matado uma pessoa durante uma operação no Complexo do Morro do Alemão, no Rio, enquanto servia ao Exército. O fato repercutiu muito e Luan precisou se explicar ao sair do confinamento. Aliás, fora do reality, ele negou a história

Cássio Lannes, do
Fonte: TV Globo

Cássio Lannes, do "BBB 14", deu diversas declarações polêmicas dentro da casa, dentre elas, uma envolvendo sexo com uma afrodescendente. Considerado preconceituoso, o jovem acabou sendo eliminado pelo público ao ir para o Paredão

Letícia Santiago, do
Fechar anúncio
Fonte: TV Globo

Letícia Santiago, do "BBB 14", fez gato e sapato de Marcelo e chegou a ficar com Júnior no confinamento - o 'crush' de sua então melhor amiga, Ângela. O fato, é claro, causou revolta dentro e fora da casa. Os telespectadores, que acusavam a morena de ser dissimulada, não perdoaram quando ela foi indicada ao Paredão e a eliminaram

Aline Dahlen, do
Fonte: TV Globo

Aline Dahlen, do "BBB 14", foi a mais rejeitada da edição. A ruiva, eliminada com 80% dos votos, armou confusões e chegou a quase partir para a agressão ao jogar uma bebida no rosto de Marcelo. Arrependida das atitudes, a carioca disse que o reality show foi a pior coisa que aconteceu em sua vida

Ronaldo Peres, do
Fechar anúncio
Fonte: TV Globo

Ronaldo Peres, do "BBB 12", combinou voto o quanto pode. Do time 'Selva', o moço teve discussões acaloradas com Kelly e Fabiana, o que acabou levando-o ao Paredão e, consequentemente, à eliminação

Daniel Echaniz, do
Fonte: TV Globo

Daniel Echaniz, do "BBB 12", foi expulso do programa após ser acusado de estuprar Monique Amin. O brother dividiu a cama com a participante após uma festa e o público apontou que, debaixo do edredom, o rapaz transou com a moça apesar de ela estar 'desmaiada' devido ao excesso de bebidas. A Polícia Civil do Rio de Janeiro registrou a ocorrência, mas o caso foi arquivado por falta de provas

Tessália Serighelli, do
Fechar anúncio
Fonte: TV Globo

Tessália Serighelli, do "BBB 10", se tornou uma das participantes mais odiadas da casa em menos de duas semanas de jogo. A sister planejou esquemas com Marcelo Dourado, beijou Michel - que tinha uma namorada do lado de fora - e arrumou diversas brigas com Fernanda. Além disso, a morena usou todas as suas estalecas em um jantar japonês, deixando seus colegas sem produtos de necessidade básica. Por todas as suas atitudes, a curitibana ganhou a antipatia dos telespectadores e, claro, foi eliminada ao ir para o Paredão

Embora tenha vencido o
Fonte: TV Globo

Embora tenha vencido o "BBB 10", Marcelo Dourado foi considerado vilão em sua primeira participação no reality, na quarta edição. Ríspido, com pose de bad boy e sempre repelindo os demais participantes, o lutador ganhou a antipatia do público e foi eliminado com 68% dos votos contra sua única amiga dentro da casa, a Mama (Marcela)

Alberto Cowboy, do
Fechar anúncio
Fonte: TV Globo

Alberto Cowboy, do "BBB 7", ganhou o ódio do público após mexer com o queridinho daquela edição, Diego Alemão. O rapaz tanto articulou que conseguiu mandar para casa Íris Stefanelli e Fani Pacheco - com quem Alemão formou um triângulo amoroso

Felipe Cobra, também do
Fonte: TV Globo

Felipe Cobra, também do "BBB 7", foi taxado de vilão após se aliar a Cowboy para tentar eliminar Íris, Alemão e Fani. O brother foi eliminado pelo público com 93% dos votos

Daniel Costa, do
Fechar anúncio
Fonte: TV Globo

Daniel Costa, do "BBB 6", soltou em rede nacional que sua estratégia dentro da casa para vencer o reality era seduzir todas as mulheres. Após ter seu plano revelado, o brother perdeu a confiança dos fãs e foi o segundo eliminado daquela edição

Rogério Padovan, do
Fonte: TV Globo

Rogério Padovan, do "BBB 5", virou o mais odiado da edição após traçar estratégias contra os queridinhos do público, Jean Wyllys, Tatiane Pink e Grazi Massafera. Para isso, o médico criou inúmeras intrigas dentro do reality. Porém, de nada adiantou. Rogério foi eliminado com 92% dos votos na quarta semana de jogo

Tina, do
Fechar anúncio
Fonte: TV Globo

Tina, do "BBB 2", causou muita discórdia na casa. Taxada de barraqueira, a sister armou muitas confusões, 'bateu panelas', gritou e infernizou os companheiros de confinamento. A postura da loira, é claro, fez com que ela fosse eliminada na segunda semana, com 63% dos votos

Harry e Jean Massumi, ambos do
Fonte: TV Globo/TV Globo

Harry e Jean Massumi, ambos do "BBB 3", formaram a "Máfia dos Cuecas" para tentar sempre colocar um homem na liderança do jogo. Além disso, a dupla sempre buscava articular e combinar votos com os outros participantes, o que gerou muita irritação dentro, e principalmente, fora da casa

Fabrício Amaral, do
Fechar anúncio
Fonte: TV Globo

Fabrício Amaral, do "BBB 2", tentou conquistar Manuela, que vivia um romance com Thyrso, arrumando muita confusão no reality. Por conta dessa atitude, o gaúcho começou a ser tratado como uma 'cobra' por seus concorrentes

Tatiana Giordano, participante do
Fonte: Divulgação/TV Globo

Tatiana Giordano, participante do "BBB 4", 'estourava' por qualquer motivo. A lutadora, em uma semana de confinamento, bateu boca diversas vezes com Juliana e acabou sendo a primeira eliminada da temporada

Adriano de Castro foi o primeiro vilão do reality, no
Fonte: TV Globo

Adriano de Castro foi o primeiro vilão do reality, no "BBB 1". O brother criou intrigas e panelinhas, desagradando o público. Didi foi o responsável por batizar a berlinda da casa de Paredão

Nem só de amores e festas vive o
Amado e odiado pelo público, Marcos Härter dividiu opiniões dentro e fora da casa. Em um relacionamento abusivo com Emilly Araújo, o médico acabou sendo eliminado na reta final do
Ronan, do
Laércio, também do
Fernando, do
Luan Patrício, do
Cássio Lannes, do
Letícia Santiago, do
Aline Dahlen, do
Ronaldo Peres, do
Daniel Echaniz, do
Tessália Serighelli, do
Embora tenha vencido o
Alberto Cowboy, do
Felipe Cobra, também do
Daniel Costa, do
Rogério Padovan, do
Tina, do
Harry e Jean Massumi, ambos do
Fabrício Amaral, do
Tatiana Giordano, participante do
Adriano de Castro foi o primeiro vilão do reality, no

Últimas