Crítico do Oscar pode ser punido por comentário transfóbico

Rubens Ewald Filho, crítico do canal TNT, fez um comentário considerado transfóbico durante a transmissão do Oscar 2018, que aconteceu no último domingo (4), e poderá ser punido por isso.

VOCÊ VIU? Em “Paraíso”, Renato será desmascarado por Clara

Zezé di Camargo é ‘zoado’ após noiva postar foto do bumbum

Maria Melilo viaja a Portugal com novo amor de 75 anos

“BBB 18”: Lucas afirma que Jéssica está apaixonada por ele

Tudo aconteceu quando a atriz trans Daniela Vega subiu ao palco da premiação. O comentarista de cinema, então, disparou: “Essa moça, na verdade, é um rapaz”.

A fala do jornalista causou alvoroço entre os internautas, que não deixaram barato. “É o cúmulo da falta de informação”, disparou uma. “Melhore”, comentou outra. Já um terceiro ressaltou: “Sem noção”.

Além disso, o comunicador também ofendeu Frances McDormand, artista que levou o prêmio de Melhor Atriz no evento: “Acho interessante que essa senhora não é bonita, deu um show de bebedeira no Globo de Ouro e, de repente, o filme é um sucesso”.

O canal por assinatura não deixou as ações passarem em branco e, através do Twitter, repudiou a citação considerada preconceituosa: “Sim, a Daniela Vega é uma mulher. E que mulher!”.

E a emissora não parou por aí. Segundo a colunista Keila Jimenez, diretores querem proibir o apresentador de comentar outras atrações e, inclusive, pode até perder o programa sobre cinema que comanda.

Vale destacar que, até o momento, Rubens não se pronunciou sobre a polêmica.

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE