• © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação

Sam Smith diz que é primeiro gay assumido a faturar Oscar e leva puxão de orelha de roteirista de “Milk”

Emocionado por vencer o Oscar de Melhor Canção Original, na noite do último domingo (28), em cerimônia realizada em Los Angeles, nos EUA, Sam Smith se confundiu ao celebrar em seu discurso o fato de ser o primeiro gay assumido a receber o prêmio. Por causa disso, acabou levando um puxão de orelha de Dustin Lance Black, o namorado de Tom Daley.

Veja Também:

Oscar 2016: Perdida, Glória Pires afunda cobertura da Globo e vira meme na web

Através de seu perfil no Twitter, o rapaz lembrou o músico que outros homossexuais já haviam sido premiados com o maior troféu. Inclusive ele próprio.

“Oi, Sam Smith. Se você não tem ideia de quem eu sou, deve ser hora de parar para ler meu novo texto”, alfinetou.

O loiro faturou o Oscar de Melhor Roteiro Original pelo filme “Milk”, em 2009. A produção estrelada por Sean Penn chegou a ser indicada a 8 categorias.

Vale lembrar que Elton John também já levou o prêmio para casa. Por sinal, o britânico venceu a mesma categoria que o conterrâneo em 1994, com a música “Can You Feel the Love Tonight”, de “O Rei Leão”.

Smith derrubou o favoritismo de Lady Gaga e ganhou o troféu graças à canção “Writing’s on the Wall”, tema do último filme da franquia “007”.

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE