Alinne Prado aponta racismo em sua demissão do “Vídeo Show”

Alinne Prado afirmou que não vê com bons olhos sua demissão da TV Globo. A ex-repórter do “Vídeo Show” usou as redes sociais, na última quinta-feira (19), para dizer que acredita que deixou a emissora por ter sido vítima de racismo.

VOCÊ VIU? Com depressão, Zé Mayer implora nova chance à TV Globo

Mas já? Chay Suede engata romance com colega de “Segundo Sol”

De cabeça quente! Duas empresas causam preocupação em Silvio Santos

Globo aciona Marcius Melhem para salvar novo “Vídeo Show”

“Apesar de ser a primeira negra a sentar na bancada do programa, fui demitida sob justificativa de que, apesar de gostarem muito do meu trabalho, precisavam de alguém mais ‘neutro’ do que eu”, afirmou a apresentadora.

E continuou: “E como estavam passando por uma crise, eles precisavam enxugar o quadro de repórteres (que depois da minha saída aumentou). Nunca falei disso publicamente, mas me dói demais ver isso acontecer. São as chibatadas contemporâneas. Não nos deixam ocupar a sala da casa grande, por mais qualificados que sejamos”.

O desabafo da artista foi resposta a um internauta que a marcou em um post da colunista Patrícia Kogut, que criticava a escalação das ex-BBBs Vivian Amorim e Fernanda Keulla para o comando do vespertino. Na avaliação, a jornalista deu nota zero para a contratação.

  • © Instagram

    Dona de uma cabeleira de dar inveja a qualquer mortal, Alinne Prado confessa ser apegada aos seus cachos e não dispensa usá-los soltos e sem chapinha. A apresentadora trabalhou como repórter do “Vídeo Show”, da TV Globo, depois passou a ser âncora da atração, até que em 2017 foi dispensada da função

  • © Instagram

    Dona de uma cabeleira de dar inveja a qualquer mortal, Alinne Prado confessa ser apegada aos seus cachos e não dispensa usá-los soltos e sem chapinha. A apresentadora trabalhou como repórter do “Vídeo Show”, da TV Globo, depois passou a ser âncora da atração, até que em 2017 foi dispensada da função

  • © Instagram

    Dona de uma cabeleira de dar inveja a qualquer mortal, Alinne Prado confessa ser apegada aos seus cachos e não dispensa usá-los soltos e sem chapinha. A apresentadora trabalhou como repórter do “Vídeo Show”, da TV Globo, depois passou a ser âncora da atração, até que em 2017 foi dispensada da função

  • © Divulgação

    Dona de uma cabeleira de dar inveja a qualquer mortal, Alinne Prado confessa ser apegada aos seus cachos e não dispensa usá-los soltos e sem chapinha. A apresentadora trabalhou como repórter do “Vídeo Show”, da TV Globo, depois passou a ser âncora da atração, até que em 2017 foi dispensada da função

  • © Divulgação/Faya

    Dona de uma cabeleira de dar inveja a qualquer mortal, Alinne Prado confessa ser apegada aos seus cachos e não dispensa usá-los soltos e sem chapinha. A apresentadora trabalhou como repórter do “Vídeo Show”, da TV Globo, depois passou a ser âncora da atração, até que em 2017 foi dispensada da função

  • © Instagram

    Dona de uma cabeleira de dar inveja a qualquer mortal, Alinne Prado confessa ser apegada aos seus cachos e não dispensa usá-los soltos e sem chapinha. A apresentadora trabalhou como repórter do “Vídeo Show”, da TV Globo, depois passou a ser âncora da atração, até que em 2017 foi dispensada da função

  • © Instagram

    Dona de uma cabeleira de dar inveja a qualquer mortal, Alinne Prado confessa ser apegada aos seus cachos e não dispensa usá-los soltos e sem chapinha. A apresentadora trabalhou como repórter do “Vídeo Show”, da TV Globo, depois passou a ser âncora da atração, até que em 2017 foi dispensada da função

  • Dona de uma cabeleira de dar inveja a qualquer mortal, Alinne Prado confessa ser apegada aos seus cachos e não dispensa usá-los soltos e sem chapinha. A apresentadora trabalhou como repórter do “Vídeo Show”, da TV Globo, depois passou a ser âncora da atração, até que em 2017 foi dispensada da função

  • Dona de uma cabeleira de dar inveja a qualquer mortal, Alinne Prado confessa ser apegada aos seus cachos e não dispensa usá-los soltos e sem chapinha. A apresentadora trabalhou como repórter do “Vídeo Show”, da TV Globo, depois passou a ser âncora da atração, até que em 2017 foi dispensada da função

  • Dona de uma cabeleira de dar inveja a qualquer mortal, Alinne Prado confessa ser apegada aos seus cachos e não dispensa usá-los soltos e sem chapinha. A apresentadora trabalhou como repórter do “Vídeo Show”, da TV Globo, depois passou a ser âncora da atração, até que em 2017 foi dispensada da função

  • © Instagram

    Dona de uma cabeleira de dar inveja a qualquer mortal, Alinne Prado confessa ser apegada aos seus cachos e não dispensa usá-los soltos e sem chapinha. A apresentadora trabalhou como repórter do “Vídeo Show”, da TV Globo, depois passou a ser âncora da atração, até que em 2017 foi dispensada da função

  • © Instagram

    Dona de uma cabeleira de dar inveja a qualquer mortal, Alinne Prado confessa ser apegada aos seus cachos e não dispensa usá-los soltos e sem chapinha. A apresentadora trabalhou como repórter do “Vídeo Show”, da TV Globo, depois passou a ser âncora da atração, até que em 2017 foi dispensada da função




Notícias Relacionadas