• © TV Globo
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © TV Globo
  • © AgNews
  • © Divulgação
  • © AgNews
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Instagram
  • © Divulgação
  • © Instagram
  • © Marcello Sá Barretto/AgNews

Aos 74 anos, Rogéria morre no Rio de Janeiro

Internada desde o dia 8 de agosto no Hospital Unimed Barra, no Rio de Janeiro, Rogéria morreu na noite da última segunda-feira (4), aos 74 anos, por causa de um choque séptico.

VOCÊ VIU? Rezende desabafa: “O câncer é como uma montanha-russa”

Claudia Leitte visita igreja frequentada por Justin Bieber

Tici e Tralli marcam data do casamento; veja os destaques!

Paolla Oliveira exibe corpão ao renovar o bronzeado

A atriz deu entrada na clínica para tratar um quadro de infecção urinária e teve complicações médicas após uma crise convulsiva, segundo o “G1”.

Apesar de ter ficar na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), a artista chegou a ser transferida para um quarto no último dia 25.

No dia 13 de julho, a veterana se internou na Casa de Saúde Pinheiro Machado, também por causa de infecção urinária. Ela chegou a ter uma convulsão e o quadro de saúde era grave.

“Travesti da Família Brasileira”

Astolfo Pinto nasceu no interior do Rio de Janeiro e começou a carreira na TV Rio, já como a maquiadora Rogéria. Tornou-se símbolo da luta contra homofobia desde cedo.

A artista, que se intitulava “travesti da família brasileira”, atuou em filmes, peças e novelas, sendo a mais recente “Babilônia” (2015), da Globo.

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE