Atriz é acusada de torturar escravas sexuais que engordavam

Responsável por controlar as vítimas da seita sexual NXVIM, Allison Mack se tornou alvo de uma nova acusação na Justiça. Desta vez, uma ex-participante do grupo denunciou a famosa por obrigar as escravas a se manterem com 45kg. Caso contrário, as mulheres eram torturadas como punição.

VOCÊ VIU?  Morre, aos 24 anos, influenciadora digital Nara Almeida

Caco Ciocler questiona sua escalação para “Segundo Sol”

Após denúncias, Giselle Itié volta a postar fotos nua; veja

Meghan Markle presenteia Kate Middleton com joia exclusiva

De acordo com o “Radar Online”, a moça detalhou como a atriz fazia para que as vítimas ficassem sempre no ‘padrão’. “A Allison era cruel, a NXVIM era como um acampamento militar e ela punia a todas, ela nos forçava a entrar em dietas para emagrecermos”, disse.

A fonte também contou como as escravas acima do peso eram penalizadas pelo líder da seita, Keith Raniere.  “Ele parava de fazer sexo com todas as mulheres que ultrapassavam o que ele considerava o peso ideal, 45 kg. Caso fugíssemos da dieta, as consequências poderiam ser dolorosas.”

Outras ex-participantes também revelaram à publicação que eram obrigadas a ficar com os celulares sempre ligados e que deveriam estar disponíveis para atender Raniere ou outros clientes da seita a qualquer hora.

O julgamento do guru e de Allison Mack continuará no dia 13 de junho, nos Estados Unidos. Desde a sua prisão, a estrela de “Smallville” afirma que foi vítima de lavagem cerebral de seu chefe e que não tinha consciência de seus atos.

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS