© TV Globo

Christiane Torloni relembra morte do filho: “Não existe superação”

Christiane Torloni abriu o coração e relembrou a morte do filho, Guilherme, em 1991. A atriz avaliou que nunca vai conseguir deixar a dor para trás, mesmo após tantos anos.

VOCÊ VIU? Fátima Bernardes rebate comentário machista de sertanejo ao vivo

Deborah Secco diz quanto ganhou para cortar o cabelo em “Sol”

Neymar estaria ‘investindo’ em atriz desafeto de Marquezine

Afastada dos palcos, Simone lava carro: “Procurando o que fazer”

“Não existe superação. Nada fica igual como antes. Mas o dia a dia vai reconstruindo as pessoas”, declarou ao jornal “O Globo”.

A famosa – que precisou passar 3 anos em Portugal após a tragédia – contou que mudou muito sua personalidade por causa do luto. “Hoje, sou uma pessoa muito mais frágil do que era há 27 anos. Tomo cuidado com os que estão à minha volta para que não me desestabilizem.”

Christiane ainda revelou que recebe muito o apoio dos fãs até hoje: “Todo dia você começa com a sua dor. Tem dia que ela está menor, tem dia que ela está mais forte. Tenho pessoas próximas que me amam, e existe uma rede amorosa de gente que nem me conhece, mas manda cartas do Japão, da Rússia…”.

Vale ressaltar que o herdeiro da artista, fruto de seu relacionamento com Dennis Carvalho, sofreu um acidente de carro no condomínio onde morava, no Rio de Janeiro, e morreu nos braços da mãe.

  • © TV Globo

    Christiane Torloni começou a carreira artística logo aos 12 anos, no “Teatrinho Trol”, da TV Tupi. A atriz é uma das mais requisitadas da Globo e sempre encarna papéis fortes em seus trabalhos. Foi destaque como Helena, em “Mulheres Apaixonadas” (2003), e como Tereza, em “Fina Estampa” (2011)

  • © TV Globo

    Christiane Torloni começou a carreira artística logo aos 12 anos, no “Teatrinho Trol”, da TV Tupi. A atriz é uma das mais requisitadas da Globo e sempre encarna papéis fortes em seus trabalhos. Foi destaque como Helena, em “Mulheres Apaixonadas” (2003), e como Tereza, em “Fina Estampa” (2011)

  • © TV Globo

    Christiane Torloni começou a carreira artística logo aos 12 anos, no “Teatrinho Trol”, da TV Tupi. A atriz é uma das mais requisitadas da Globo e sempre encarna papéis fortes em seus trabalhos. Foi destaque como Helena, em “Mulheres Apaixonadas” (2003), e como Tereza, em “Fina Estampa” (2011)

  • © TV Globo

    Christiane Torloni começou a carreira artística logo aos 12 anos, no “Teatrinho Trol”, da TV Tupi. A atriz é uma das mais requisitadas da Globo e sempre encarna papéis fortes em seus trabalhos. Foi destaque como Helena, em “Mulheres Apaixonadas” (2003), e como Tereza, em “Fina Estampa” (2011)

  • © TV Globo

    Christiane Torloni começou a carreira artística logo aos 12 anos, no “Teatrinho Trol”, da TV Tupi. A atriz é uma das mais requisitadas da Globo e sempre encarna papéis fortes em seus trabalhos. Foi destaque como Helena, em “Mulheres Apaixonadas” (2003), e como Tereza, em “Fina Estampa” (2011)

  • © TV Globo

    Christiane Torloni começou a carreira artística logo aos 12 anos, no “Teatrinho Trol”, da TV Tupi. A atriz é uma das mais requisitadas da Globo e sempre encarna papéis fortes em seus trabalhos. Foi destaque como Helena, em “Mulheres Apaixonadas” (2003), e como Tereza, em “Fina Estampa” (2011)

  • © TV Globo

    Christiane Torloni começou a carreira artística logo aos 12 anos, no “Teatrinho Trol”, da TV Tupi. A atriz é uma das mais requisitadas da Globo e sempre encarna papéis fortes em seus trabalhos. Foi destaque como Helena, em “Mulheres Apaixonadas” (2003), e como Tereza, em “Fina Estampa” (2011)




Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE