Eliane Giardini diz como se sente após os 60 anos de idade: “Existe uma vida muito grande”

De volta à TV na próxima novela das 18h da TV Globo, “Êta Mundo Bom”, Eliane Giardini fez um balanço a respeito do papel da mulher na sociedade atual. Na pele da personagem de época Anastácia, a atriz, de 63 anos de idade, acredita que o sexo feminino de hoje em dia é muito diferente de alguns anos atrás.

“Existe uma vida muito grande aos 60 que não está sendo vista. A mulher dessa faixa tem que ser olhada de outra forma. Elas são as cabeças das famílias, têm poder de consumo. Nessa idade a gente passa a ter um interesse generalizado pelas coisas boas. E não tem data de validade para isso”, explicou em entrevista ao jornal “O Globo”.

Leia também:

Saiba quem é quem na novela “Êta Mundo Bom”

Mãe de duas moças, Juliana, de 39 anos, e Mariana, de 35, a veterana admitiu já ter feito algumas intervenções estéticas, mas agora está satisfeita com o visual. “Nesta altura do campeonato não tenho mais essa viagem. Fiz o que achava legal, mas tem uma hora que não adianta nada dar uma puxadinha aqui ou ali”, afirmou ela, que ainda disse “achar ridículo” as colegas que estão com os rostos esticados e deformados por plásticas.

Quando o assunto é o coração, Eliane disse que saber lidar muito bem com a solteirice. “É um sonho estar sozinha, chegar em casa depois do trabalho, e não ter ninguém para perguntar como foi seu dia. Relacionamento dá um trabalho do cão”, brincou.




Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE