Ex detona Backstreet Boy acusado de estupro: "Vergonha"

Doll Kaya Jones disse sentir nojo de Nick Carter

Por ,

Doll Kaya Jones
Fonte: Instagram

"Nojento e vergonhoso", avaliou Kaya Jones sobre o caso

Kaya Jones, ex-namorada do Backstreet Boys Nick Carter, usou seu Twitter, na última quinta-feira (23), para se pronunciar sobre o caso de abuso sexual que o músico foi acusado. A Ex-Pussycat Dolls disse sentir nojo e vergonha da atitude do cantor.

VOCÊ VIU? Veja os detalhes do casamento de Tralli e Ticiane Pinheiro

Nasce o nono neto de Silvio Santos em São Paulo

Anitta sobre casamento com Thiago Magalhães: "Estou feliz"

Após mais de 30 anos, Malu Mader pode perder vaga na Glo

"Nojento e vergonhoso. Sinto nojo no meu coração. Principalmente por ele também ter sido vítima de abuso. Tenho vergonha de você, Nick!", escreveu a cantora.

A bela ainda revelou que sofreu assédios semelhantes em sua carreira: "Ele sabia dos abusos que eu suportei e não fez nada. Acho que agora entendo o motivo".

Nick, para quem não sabe, foi acusado de estuprar Melissa Schuman, quando a cantora tinha apenas 18 anos. Em texto compartilhado nas redes sociais, a loira conta que foi convidada para uma reunião na casa do cantor, em 2002. O músico teria começado a beijar a jovem e sugerido que eles fossem para um dos banheiros de sua residência.

O artista, então, tentou tirar as calças dela, mas foi impedido. Porém, Melissa afirmou que recebeu sexo oral de Carter contra sua vontade. "Eu fiz em você e nada mais justo que você faça em mim. Eu me senti assustada e encurralada. Ele estava visivelmente nervoso e impaciente comigo. Eu não conseguia ir embora", relembrou.

Porém, o famoso negou as acusações. "Eu estou chocado e triste com as acusações da Sra. Schuman. Melissa nunca expressou para mim enquanto nós estávamos juntos ou em qualquer momento após aquilo que qualquer coisa que fizemos não foi consensual", esclareceu à revista "People".