Fê Gentil ironiza proibição de afeto gay na Rússia: “Estou bem menininha”

Fernanda Gentil comentou sobre uma lei da Rússia que tem causado polêmica web. Durante o “Encontro”, da Globo, nesta quarta-feira (13), a comunicadora ironizou a proibição de afeto entre homossexuais no país sede da Copa do Mundo.

VOCÊ VIU? Após denúncias, Giselle Itié volta a postar fotos nua; veja

Nanda Costa assume namoro com mulher: “Meu amor”

Morre médium e apresentador Luiz Gasparetto, aos 68 anos

Isis Valverde é alvo de crítica: “Só assim para ter peito”

“Na teoria, há essa restrição de várias questões, mas na prática, durante a Copa principalmente, a gente vai vendo no dia a dia. O importante é chegarmos orientados. Eu, por exemplo, estou aqui bem na atividade, estou bem menininha”, brincou a jornalista.

E explicou: “Como cidadão, a gente obviamente tem o direito de questionar, como várias regras e leis no Brasil a gente faz, mas como cidadão também a gente tem a obrigação de cumprir, a não ser que queira pagar e, nesse caso, há uma pena”.

O governo russo, para quem não sabe, distribuiu uma cartilha para orientar gays e lésbicas a não trocarem carinhos em público, principalmente, em época dos jogos. Nas redes sociais, é claro, o assunto logo ganhou destaque.

“Isso é extremamente homofóbico”, disparou um internauta. “O erro é de quem escolheu a Rússia como sede da Copa do Mundo”, disse outra. Já uma terceira tentou defender: “Essa é a lei do país, que nem é nosso, basta respeitar”.

Fernanda Gentil, vale ressaltar, namora com Priscila Montandon. As duas estão juntas desde 2016.




Notícias Relacionadas