Filha de Elvis Presley acusa ex-empresário de gastar mais de R$ 300 mi de sua herança

Lisa Marie Presley abriu um processo contra Barry Siegel, seu ex-empresário. A filha de Elvis Presley alega que o homem a teria feito perder cerca de R$ 373,9 milhões da herança deixada pelo pai, em um espaço de tempo de 10 anos.

VOCÊ VIU? Após denúncias, Giselle Itié volta a postar fotos nua; veja

Nanda Costa assume namoro com mulher: “Meu amor”

Morre médium e apresentador Luiz Gasparetto, aos 68 anos

Isis Valverde é alvo de crítica: “Só assim para ter peito”

“O salário determinado por Siegel para si equivale a entre 40% e 50% dos ganhos anuais de Lisa Marie. Um valor com o qual ela jamais teria concordado se estivesse consciente de suas condições financeiras”, descreveu um documento anexado à ação, segundo o “Daily Mail”.

O ex-funcionário teria exigido um salário anual de mais de R$ 2,6 milhões, ao assegurar que a vida financeira da cantora estava sem problemas.

Em um e-mail em que os dois conversavam, o administrador teria mentido à artista: “Estamos bem financeiramente. Estamos ok. Tenha certeza de que estamos fazendo todo o melhor para manter o seu atual estilo de vida e o futuro de sua família”.

A famosa teria demitido o gestor em 2015, após descobrir de sua real situação financeira.

Em resposta à denúncia, Siegel também entrou na Justiça contra a ex-chefe por, segundo ele, ter feito falsas acusações.




Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE