Klebber Toledo pode ter feito acordo com mulher atropelada

Acusado de atropelar Rosinéia Fernandes de Oliveira, de 40 anos, no dia 8 de setembro, Klebber Toledo pode ter feito um acordo financeiro para que o caso fosse ‘abafado’ e não repercutisse nos veículos de comunicação.

VOCÊ VIU? Fátima e novo namorado já tiveram ‘lua de mel’ na Europa

Namorado desconversa sobre Fátima: “Prefiro não falar”

Grávida, Patricia Abravanel cai ao vivo no palco do Teleton

Jacqueline Brazil estreia no “JN” e faz sucesso na web

Segundo o jornalista Leo Dias, do programa “Fofocalizando”, do SBT, o ator pode ter desembolsado um valor para ‘silenciar’ a doméstica – que chegou a ficar hospitalizada e acusou o famoso de ter sumido sem prestar apoio.

“A ambulância demorou 40 minutos para chegar. Klebber permaneceu comigo esse tempo todo, fez carinho na minha cabeça e disse que tudo ia ficar bem. Disse que ele ia pagar minha fisioterapia, caso eu precisasse, os meus dentes e me ajudar. Mas ele sumiu”, reclamou ao jornal “O Dia”.

A assessoria do noivo de Camila Queiroz destacou que ele não foi o responsável pelo atropelamento. “Klebber afirma que a história não condiz com a realidade dos fatos”, informaram os representantes do rapaz.

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS