© AgNews

Latino deposita parcela de pensão atrasada e evita prisão; cantor continua com dívida

Latino conseguiu evitar a prisão ao pagar a terceira parcela do acordo que fez para quitar a dívida de pensão alimentícia da filha, Valetina, de 2 anos e 9 meses. O músico, no entanto, continua com débito.

“Dando sequência ao caso Latino, ele pagou a última parcela do acordo que daria ensejo a prisão. Resta agora um saldo devedor em aberto, anterior a maio de 2014, cuja ação de cobrança está em andamento”, explicou o advogado Fernando Abrahão, que representa a mãe da criança, a empresária Gláucia Roberta de Souza, ao “Ego”.

Gláucia entrou na Justiça para cobrar o valor de R$ 150 mil referente aos pagamentos pendentes. Ela, no entanto, também está movendo outro processo, que pede a compensação dos atrasados desde o nascimento da filha. Nesse caso, a dívida pode chegar a R$ 500 mil.

Entenda o caso: No dia 8 de setembro, a Justiça de São Paulo emitiu um mandado de prisão para Latino pelo não pagamento de pensão alimentícia de sua filha com Gláucia Roberta de Souza. A dívida era referente aos meses de setembro de 2014 a setembro de 2015. Em agosto, o cantor foi notificado e intimado a pagar os três primeiro meses de pensão para evitar a prisão.




Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE