Maurício Mattar tem dois carros penhorados pela Justiça para pagar dívida de processo movido por motoboy

Maurício Mattar teve dois carros bloqueados pela Justiça para pagar a dívida de uma ação movida pelo motoboy Rodrigo Matos. Em 1999, o ator se envolveu em briga de trânsito com o profissional – que quebrou um dedo na ocasião, perdeu a moto e ficou seis meses sem trabalhar.

Veja também

Zeca Pagodinho é condenado a três anos de detenção por shows superfaturados em Brasília

Os veículos – um de 1999 e outro de 2000 -, no entanto, ainda não quitam o débito. O valor atualizado do processo passa de R$ 41 mil, segundo o jornal “Folha de S. Paulo”.

Na época do acontecimento, o motoboy recorreu à Justiça alegando que o famoso o havia derrubado de propósito, descido do carro e o agredido.

“Na verdade, foi tudo muito estranho. Eu estava parado num semáforo na Vila Olímpia, ele parou do meu lado com a picape e falou alguma coisa para mim. Não ouvi direito, pensei que fosse cantada de gay e saí com a moto. Ele me perseguiu, derrubou minha moto, desceu do carro e me bateu”, relatou o moço, que era entregador de comida.

Rodrigo entrou com a ação em 2001 e chegou a ir ao “Domingo Legal” para denunciar o artista. “Foi o maior escândalo, mas nunca ganhei nada”, garantiu.

Em fevereiro de 2015, Mattar foi condenado, em última instância, a pagar R$ 32 mil de indenização a Matos. Como a dívida não foi quitada, o próximo passo da Justiça foi bloquear as contas bancárias do ator. Porém, elas estavam vazias.

O advogado de Mattar, Adib Abdouni, alegou que ele é “um artista que está começando a carreira” e não possui dinheiro para pagar o valor exigido.




Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE