"Me prostituí por atenção", diz Evandro Santo sobre "Pânico"

Apresentador contou que foi obrigado pelo programa a fazer coisas que não queria

Evandro Santo
Fonte: Divulgação

Evandro Santo contou que teve vezes que não se sentia confortável no "Pânico na Band"

Evandro Santo revelou que foi obrigado pelo “Pânico na Band” a fazer coisas que não queria. Em entrevista ao “Programa do Porchat”, da Record TV, o repórter disse que teve vezes não se sentiu confortável na atração.

VOCÊ VIU? Após denúncias, Giselle Itié volta a postar fotos nua; veja

Morre médium e apresentador Luiz Gasparetto, aos 68 anos

Isis Valverde é alvo de crítica: "Só assim para ter peito"

Ex-BBB Lucas detona página na web após notícia falsa

"Queriam me colocar em uma matéria de dia das mães. Saí de casa cedo, fui expulso, então não falo com a minha mãe e não queria fazer isso. Me avisam que minha mãe estava em São Paulo. Avisei que não ia fazer. Não fui na gravação e minha mãe voltou para casa. Depois disso, fui colocado na geladeira. Então para voltar sugeri que fizessem um quadro procurando o pai que não conheço. Percebi ali que estava me prostituindo para conseguir atenção", lamentou o apresentador.

O famoso também falou sobre sua rápida participação no programa de Cátia Fonseca, do qual foi demitido recentemente. “Chorei dois dias, saí cantando e dublando Madonna, e agora descobri que a vida está bela. Sempre tive vontade de fazer um programa feminino”, disse.

E ainda justificou seu desligamento: “Não deu muito certo porque tenho um estilo único, algo mais debochado".