“Não tenho problema de dicção”, diz Tatá Werneck

Para surpresa de seus detratores, Tatá Werneck surgiu em “Haja Coração”, novela das 19h da TV Globo, falando pausadamente acabando com os rumores de que teria algum tipo de problema na fala. Feliz com o sucesso de Fedora, a atriz explicou o suposto problema de fono, na verdade, era um recurso usado para fazer humor.

VOCÊ VIU? “Haja Coração” supera audiência de “Totalmente Demais”

“Eu não tenho problema de dicção. É um recurso que eu usava para comédia e que achei que pudesse ser necessário em outros trabalhos. Nessa novela não é, porque a Fedora é toda manhosinha. Fiz prova para a Unirio e um dos comentários da minha banca era que eu tinha a voz muito bem colocada”, contou ao jornal “O Dia”.

A humorista assumiu que as críticas ao seu método de trabalho sempre lhe afetam de certa forma: “Eu acho difícil um ator não se preocupar em nada com uma crítica porque a gente faz o nosso trabalho justamente para o público”.

A carioca ficou impressionada ao perceber que um problema tão banal, como sua dicção, tenha ganhado uma proporção gigantesca na mídia. “Na época em que um senhor levou uma facada na Lagoa, lembro que saiu uma matéria com uma espécie de ranking, que dizia que a coisa mais comentada era a minha dicção. Falei: ‘Meu Deus… Que inversão é essa? Como que as pessoas estão mais preocupadas em falar de um problema que eu nem tenho do que debater problemas reais’.”

Ter sua vida exposta na imprensa é algo que Tatá ainda vem tentando assimilar. Apesar de não se privar de nada por ser famosa, a comediante ainda não consegue digerir bem falsos boatos a seu respeito. “Matérias mentirosas me deixam chateada. Uma vez publicaram que eu dei ataque porque arrancava etiqueta, chamava segurança. Gente, eu uso roupa ‘kids’. Acabei de passar a vestir. Eu disse que tinha acabado de comprar roupa em uma loja infantil mesmo”, lembrou.




Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE