Pai de Meghan Markle paga paparazzo para ‘flagrá-lo’ na rua

Thomas Markle foi acusado de ter pago um paparazzo para fotografá-lo enquanto se prepara para o casamento da filha. O pai de Meghan Markle teria ensaiado os cliques com Jeff Rayner para vender aos tabloides britânicos.

VOCÊ VIU?  Morre médium e apresentador Luiz Gasparetto, aos 68 anos

Isis Valverde é alvo de crítica: “Só assim para ter peito”

Ex-BBB Ana Clara cobra R$ 35 mil por evento de duas horas

Evaristo Costa ‘conhece’ filho caçula do Príncipe William

“Eles não ficaram muito tempo, provavelmente cerca de 10 minutos. E eles saíram juntos”, disse Jessica Anaya, gerente da lanchonete onde o diretor foi clicado, ao “Daily Mail”.

Nos registros feitos no local, o homem apareceu com um livro de marcos importantes britânicos, nação de origem de seu genro, príncipe Harry.

Em outro momento, o patriarca da família Markle teria ido até uma loja de festas e pedido ao funcionário que fingisse ser uma alfaiataria. Então, simulou que estava tirando medidas de roupas para a cerimônia da herdeira.

“Eu apenas me deixei levar. Eu estava dizendo a ele as medidas, mas ele não as anotou nem nada. Foi muito estranho”, relatou David Flores.

As imagens, inclusive, renderam ao fotógrafo cerca de R$ 485,8 mil.

Depois do acontecido, segundo o “Mirror”, Thomar Jr. saiu em defesa do pai e afirmou que o acusado se entenderá com a atriz: “Ele não vai dizer nada publicamente, mas ele pedirá sinceras desculpas a Meg e à Família Real”.

Vale lembrar que o Casamento Real acontecerá no próximo sábado (19).

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE