“Sonho virou pesadelo”, diz jovem ao abrir processo contra salão de Ludmilla

Uma jovem carioca abriu um processo contra o salão de Ludmilla devido a uma peruca danificada. Ohana Hindara esteva na na 4ª Vara Cível, de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, pois alega que o Lud Hair Boutique negou qualquer tipo de assistência após o defeito.

VOCÊ VIU? Após denúncias, Giselle Itié volta a postar fotos nua; veja

Nanda Costa assume namoro com mulher: “Meu amor”

Morre médium e apresentador Luiz Gasparetto, aos 68 anos

Isis Valverde é alvo de crítica: “Só assim para ter peito”

“Tomei todos os cuidados, mas, em menos de um mês a full lace soltou da cabeça e rasgou um pouco na frente. Procurei o salão, que se negou a fazer a troca. Também não me deram nenhuma garantia do material que eu estava pagando. Eu tinha o sonho de ter um cabelão, e esse sonho acabou virando pesadelo”, falou ao jornal “Extra”.

Frustrada, a moça lamentou o fato de a mãe e a tia terem pago pelo serviço, e ainda contou que outras parentes fizeram o mesmo procedimento estético: “Minha irmã e a minha tia também compraram full lace com ela, e só a minha deu problema. Fico triste porque eles nem quiseram pegar a minha para análise”.

Ludmilla, para quem não sabe, inaugurou o salão em 2016. O estabelecimento está localizado na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio de Janeiro.

  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram



Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE