• © Divulgação
  • © Facebook
  • © Instagram
  • © Instagram

Transexual ‘crucificada’ na Parada LGBT sofre nova agressão

Nesta terça-feira (12), Sabrina Reis, que divide apartamento com Viviany Beleboni, resolveu ir a público denunciar que a amiga foi vítima de uma nova agressão. Desta vez, a moça foi espancada por cinco homens no Centro de São Paulo, na madrugada da última segunda-feira (11).

VOCÊ SABIA? Glória Perez quer Thammy Miranda em próxima novela

“Ela está em choque, muito abalada, não consegue falar nada. Está muito machucada e chora o tempo todo. Ficou com dois dentes moles, fora os ferimentos todos. A chamaram de ‘traveco’, diziam que ela tinha que morrer, que não era de Deus. Tudo que nos dizem sempre. Bateram muito nela. A sorte foi que um casal a socorreu”, contou Sabrina ao “Ego”.

A jovem destacou ainda que a amiga não quis ir ao hospital ou sequer registrar a ocorrência, por estar descrente na Justiça. “Da outra vez que foi agredida, nada aconteceu. E ainda ficam falando que ela quer se aproveitar para aparecer na mídia. Ela quer se recuperar longe daqui [São Paulo]. Isso tudo começou a acontecer depois da performance na Parada, Viviany passou a ser perseguida e a receber ameaças. É a cristofobia.”

Beleboni ficou famosa por ter aparecido ‘crucificada’ durante a penúltima edição da Parada LGBT. Nas redes sociais, sem se pronunciar sobre o assunto, a modelo recebeu consolo e apoio dos fãs ao compartilhar uma imagem com os dizeres: “Prefiro ficar com todos os defeitos que as pessoas dizem que tenho do que fingir ser alguém que não sou”.




Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE