• © Marcello Sá Barretto/AgNews
  • © Marcello Sá Barretto/AgNews
  • © Marcello Sá Barretto/AgNews
  • © Marcello Sá Barretto/AgNews
  • © Marcello Sá Barretto/AgNews
  • © Marcello Sá Barretto/AgNews
  • © Marcello Sá Barretto/AgNews
  • © Marcello Sá Barretto/AgNews
  • © Marcello Sá Barretto/AgNews
  • © Marcello Sá Barretto/AgNews
  • © Marcello Sá Barretto/AgNews
  • © Marcello Sá Barretto/AgNews

Com clássicos, Rolling Stones iniciam turnê brasileira e empolgam Maracanã

Exatos 10 anos e três dias depois do show histórico na Praia de Copacabana, os Rolling Stones voltaram a se apresentar no Brasil. No primeiro dos quatro shows por aqui, coube ao Rio de Janeiro o privilégio de comprovar, mais uma vez, que os ingleses continuam dominando a cena rock n’ roll.

O público de 66 mil pessoas deixou o Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, satisfeito. Hits não faltaram e foi uma verdadeira volta no tempo. Mick Jagger, Keith Richards, Ron Wood e Charlie Watts fizeram da noite de sábado (20) um culto à boa música.

O show teve um atraso de cerca de meia hora, por conta de problemas em um dos telões. A forte chuva que caiu na cidade danificou um deles. Mas nem isso abalou a relação de amor entre os fãs e os Stones. Logo nos primeiros acordes de “Start Me Up” (do álbum “Tatto You”, de 1981) o êxtase começou a tomar conta do Maracanã.

Como de costume nos shows dos Stones em qualquer parte do mundo, Jagger arriscou algumas palavras em português. “Estou com um calor do c…..)” e “tá favorável”, em menção ao hit de MC Bin Laden, foram algumas da frases ditas pelo vocalista.

A grande novidade na apresentação no Rio foi a presença de “Doom and Gloom”, do álbum “GRRR!”, de 2012. E na votação feita pela internet, a música escolhida pelo público foi a clássica “Like a Rolling Stone”, de Bob Dylan e que fez parte de “Stripped”, de 1995.

Outro momento bacana foi a participação do Coral da Pontifícia Universidade Católica do Rio em “You Can’t Always Get What You Want”, do álbum “Let It Bleed”, de 1969.
Das 19 músicas, os grandes clássicos não faltaram: “Gimme Shelter” (“Let It Bleed”, 1969), “Sympathy For The Devil” (“Beggars Banquet”, 1968), “Jumpin’ Jack Flash” (“Through the Past, Darkly” , de 1968) e “Brown Sugar” (“Hot Rock”, 1971). E o fechamento foi o de sempre, com“(I Can’t Get No) Satisfaction” (“Out Of Our Heads”, 1965).

Os Stones voltam a se apresentar na próxima quarta-feira (24), em São Paulo, no Morumbi. Haverá ainda mais um show na capital paulista, no sábado (27). O fim do braço brasileiro da “Olé Tour” será em Porto Alegre, no Beira-Rio, no dia 2 de março.

Vexame
O show de abertura foi feito pelo Ultraje a Rigor. E o vocalista da banda, Roger Moreira, xingou parte da plateia. Crítico do PT, ele ouviu gritos de “coxinha” vindos da pista VIP. O cantor mostrou o dedo médio antes de dedicar a música “Filha da Puta” a quem o criticava.

Setlist Rolling Stones
1. “Start Me Up”
2. “It’s Only Rock ‘n’ Roll (But I Like It)”
3. “Tumbling Dice”
4. “Out of Control”
5. “Like a Rolling Stone”
6. “Doom and Gloom”
7. “Angie”
8. “Paint It Black”
9. “Honky Tonk Women”
10. “You Got the Silver”
11. “Before They Make Me Run”
12. “Midnight Rambler”
13. “Miss You”
14. “Gimme Shelter”
15. “Brown Sugar”
16. “Sympathy for the Devil”
17. “Jumpin’ Jack Flash”
18. “You Can’t Always Get What You Want”
19. “(I Can’t Get No) Satisfaction”




Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE