Dua Lipa expulsa de show brasileira com camiseta pró-Bolsonaro

Dua Lipa expulsou Liziane Gutierrez de seu show em Las Vegas, nos Estados Unidos, na última semana. O motivo? A modelo vestia uma camiseta com a estampa “Ele Sim”, em apoio ao candidato a presidência da República Jair Bolsonaro (PSL).

VOCÊ VIU? Ex-Globo é convidada para comandar novo reality da Band

Fátima Bernardes comemora vitória do namorado nas eleições

Confira quem são os famosos que não conseguiram se eleger

Solteira, Anitta faz a fila andar com bastante discrição

“Eu estava entre a área reservada e uma outra bem na frente do palco. Na segunda música do show, pediram para eu me retirar e eu perguntei o motivo, até que a segurança perguntou o que eu estava vestindo por baixo da minha blusa e se eu poderia retirar minha t-shirt senão teria que me retirar dessa área separada. Fiquei em estado de choque, fingi que nada aconteceu e fui assistir o final do show na área normal”, contou através das redes sociais.

Indignada, a moça continuou: “Que tolerância e essa que só vem de um lado? De onde surgiu isso que eu tinha que tirar a minha blusa? Foi da equipe do show? Foi de alguém do Brasil que trabalhava ali? Eu preferia mil vezes estar furiosa, mas eu estou chateada, sem saber como agir após esse constrangimento gratuito. Eu não estava querendo afrontar ninguém, só demostrar minha opinião política sem ser perseguida”.

A cantora britânica, para quem não sabe, já havia se manifestado contra o político em suas redes sociais. Por causa da situação, a brasileira afirmou que poderá levar o assunto aos tribunais. “Eu vou atrás para saber de onde veio isso, porque se foi da produção do show realmente, não tem muito o que eu possa fazer, além de achar ridículo e hipócrita, agora se veio de alguém daqui de Las Vegas, eu garanto que vamos nos encontrar na Justiça”, concluiu.

Liziane, vale lembrar, já esteve envolvida em polêmicas com outras estrelas internacionais. No ano passado, ela venceu uma ação contra Chris Brown, que teve que indenizá-la em R$ 220 mil, após supostamente tê-la agredido.

  • © Instagram

    Alessandra Negrini entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Instagram

    Alessandra Negrini: “Bom dia, boa semana, sigamos firmes”

  • Alice Wegmann entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • Alice Wegmann: “Oi. Caso você seja eleitor do candidato da foto, antes de vir aqui me insultar, por favor, leia o que tenho a dizer. A democracia existe e a liberdade de expressão também. Se você, hoje, é a favor de poder emitir opiniões sobre suas preferências políticas e sociais, lembre-se: na ditadura (que seu candidato apoia veemente), isso não seria possível. Portanto, falemos abertamente sobre nossas preferências enquanto é tempo. Minha discordância com os eleitores desse candidato não diz respeito apenas às situações políticas e partidárias, mas principalmente morais. Eu sou a favor de um mundo mais livre, justo, igualitário. sou a favor de um país onde toda a população tenha acesso a alfabetização, a escola, saúde pública e outros direitos básicos. Não sou a favor do porte de armas. Acho que ainda temos que aprender muitas outras coisas antes de aprendermos a manusear uma destas. A cultura da violência não deve ser vangloriada, como vem fazendo esse candidato – através, inclusive, de gestos de armas com as mãos até quando está internado no hospital. Qualquer briga de bar ou trânsito daria em morte. A taxa de feminicídio aumentaria. Mais crianças morreriam. Pra violência morar dentro da sua própria casa, ela teria praticamente passagem livre. Eu não sou a favor de um candidato que diz que “deu uma fraquejada” quando teve a quarta filha nascida mulher. Senhor, eu sou mulher e sou forte pra caramba. E eu não devo ganhar um salário mais baixo que o dos homens só porque sou capaz de parir uma criança. Eu não acho que “ter filho gay é falta de porrada”. Tampouco diria, na vida, como esse candidato disse, que “prefiro que um filho meu morra num acidente do que apareça com um bigodudo por aí”. Eu vou AMAR meu filho com todo amor que houver no meu coração, e farei de tudo para que ele seja feliz, independente de gênero ou sexualidade. Eu sou uma otimista. E sonhadora, também. Penso num mundo com menos preconceito, menos intolerância, mais diversidade, mais liberdade para cada um poder ser o que quiser. Penso num mundo com menos ódio ao outro. Eu respeito e admiro as diferenças. E não voto num candidato que luta para limitá-las”

  • © TV Globo

    Drica Moraes entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Instagram

    Drica Moraes: “#elenao #elenunca”

  • © Instagram

    Maria Ribeiro entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • Maria Ribeiro: “Para não ficar uma frase solta que está sendo repetida por geral: apesar de respeitar as eleitoras do Bolsonaro, e depois de ouvir que muitas votam nele por certa “defesa” da “família”, queria dizer que:

    1 – Considerar ter uma filha mulher ma coisa ‘menor’ do que ter um filho homem não é família;
    2 – Dizer que preferiria um filho morto a um filho homossexual não é família;
    3 – Considerar a gravidez um motivo para que as mulheres ganhem menos não é família, até porque muitos lares no Brasil são tocados sem a figura paterna.

    Família é amor incondicional, galera. E nem sempre isso tem a ver com sangue”

  • © Instagram

    Fernanda Paes Leme entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • Fenanda Paes Leme: “#elenao”

  • © Instagram

    Leandra Leal entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Twitter

    Leandra Leal: “#elenão #elenunca”

  • © Instagram

    Iza entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Twitter

    Iza

  • © Instagram

    Bruna Marquezine entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Instagram

    Bruna Marquezine repostou a mensagem de Maria Ribeiro

  • © Instagram

    Rachel Sheherazade entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Twitter

    Rachel Sheherazade: “Sou mulher. Crio dois filhos sozinha. Fui criada por minha mãe e minha avó. Não. Não somos criminosas. Somos heroínas. #elenao”

  • © Instagram

    Claudia Raia entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Instagram

    Claudia Raia: “Não à violência, não ao machismo, não ao preconceito, não à homofobia, não à intolerância, não à xenofobia e não para toda forma de pensamento que pregue o retrocesso de nossos direitos. Eu digo e repito: #ELENÃO #ELENUNCA Quem está comigo replique essa imagem na sua timeline. Quem não estiver, por favor, respeite minha opinião. PAZ! E muuuuito amor no coração”

  • © Divulgação

    Fernanda Lima entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Instagram

    Fernanda Lima: “Por um Brasil sem racismo, sem machismo, sem lgbtfobia, sem armas e sem violência. EleNão”

  • © Instagram

    Camila Pitanga entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Instagram

    Camila Pitanga: “Ele nunca!”

  • © Divulgação

    Patrícia Pillar entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Instagram

    Patrícia Pillar: “#elenao”

  • © Instagram

    Sasha Meneghel entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Instagram

    Sasha Meneghel

  • © Instagram

    Pitty entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Twitter

    Pitty: “Um dos autores do PL 6055/2013; projeto de lei que revoga o atendimento obrigatório e integral do SUS para pessoas em situação de violência sexual. #EleNão #EleNunca”

  • © Divulgação

    Gal Costa entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Instagram

    Gal Costa: “Ele não”

  • © Instagram

    Bianca Bin entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Instagram

    Bianca Bin

  • © Instagram

    Cleo entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • Cleo repostou uma mensagem de Vera Holtz

  • © Instagram

    Nanda Costa entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Instagram

    Nanda Costa

  • © Instagram

    Daniela Mercury entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Instagram

    Daniela Mercury

  • © Instagram

    Bruna Linzmeyer entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Instagram

    Bruna Linzmeyer

  • © Instagram

    Carol Duarte entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Instagram

    Carol Duarte: “Jamaaaaaais! #elenao”

  • © Divulgação/TV Globo

    Luisa Arraes entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Instagram

    Luisa Arraes: “Gritos de “elenco num teatro lotado. Há esperança para o Brasil! E obrigada a toda equipe do festival Porto Alegre em cena por toda a elegância rara”

  • © Instagram

    Alinne Rosa entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • Alinne Rosa: “‘E o fascismo é fascinante. Deixa gente ignorante fascinada’. Se você acha normal uma pessoa que quer liderar um país ter esse tipo de pensamento, a nossa divergência não é política, é moral”

  • © João Miguel Júnior/Divulgação/TV Globo

    Débora Bloch entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Instagram

    Debora Bloch

  • © Instagram

    Letícia Colin

  • © TV Globo

    Débora Falabella entrou na campanha virtual contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)

  • © Instagram

    Débora Falabella: “#elenao “elenunca”




Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE