• © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Facebook
  • © Instagram
  • © Divulgação
  • © Instagram
  • © Divulgação/SBT
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Divulgação/Rede Record
  • © Instagram
  • © Record
  • © Twitter
  • © TV Globo
  • © Instagram
  • © Divulgação
  • © Instagram
  • © Facebook
  • © Divulgação
  • © Facebook
  • © Divulgação
  • © Instagram
  • © Divulgação
  • © TV Globo
  • © TV Globo

Joelma relembra pai violento: “Bebia muito e não trabalhava”

Separada de Ximbinha, Joelma alcançou sucesso com sua carreira solo. Para a cantora, muito de sua força para superar os obstáculos da vida vem da sua fé em Deus. Segundo a loira, a crença veio desde a infância para conviver com um pai agressivo.

VOCÊ VIU? Joelma revela que está mais “recatada” após divórcio

“Desde pequena. Não tem a ver com igreja. Tive uma infância bem difícil. Meu pai era violento, bebia muito e não trabalhava. Minha mãe sustentava ele e mais sete filhos. Não entendia aquilo, eu só chorava. Tinha uma mesa no meio da cozinha e minha mãe fez uma capa de mesa que ia até o chão. Era meu esconderijo ficar ali embaixo conversando com Deus. Nunca contei nada do que acontecia na minha casa para ninguém”, revelou ao jornal “Extra”.

Em carreira solo atualmente, a paraense disse que o saldo de seu trabalho é positivo. “Muita coisa que aconteceu eu não queria que tivesse acontecido. Nem queria ser cantora. Queria a música dentro do meu quarto para sentir as emoções. Mas tenho uma missão. Sempre fui muito racional. Mesmo quando me feria, eu fazia o que achava que era certo. Doa em quem doer, até em mim. Achei que seria um caminho mais difícil. Minha vida virou uma novela, um jogo de futebol. Com muita torcida.”

A famosa, no entanto, fugiu de questões a respeito do ex-marido e sua relação com o guitarrista. “Vamos pular essa parte? (risos) Nenhuma. Não existe relação.”

Apesar da relação conturbada, Joelma garantiu que pensa em engatar algo mais sério no futuro. “Estou pronta para amar de novo. Com certeza. A gente veio nesse mundo para isso. Mas aí tem que aparecer a pessoa certa. Tem que ter muita coisa parecida comigo. Imagina namorar um ateu?! Não ia dar certo.”

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE