Seguidores da Umbanda se revoltam com cena de “Segundo Sol”

Muito comentada na web, uma cena de “Segundo Sol” – trama das 21h da TV Globo – se tornou alvo de polêmica e foi duramente criticada por líderes da Umbanda, que não gostaram da forma como a crença foi retratada na história.

VOCÊ VIU? Após desabafo, cantor se joga de navio e desaparece no mar

Ex e atual de Safadão protagonizam barraco em vídeo; assista

Xuxa Meneghel discute com internauta: “Estúpida, burra”

Família Camargo volta a entrar em guerra e filho critica Zilu

Na sequência em questão, a vilã Laureta (Adriana Esteves) acendeu velas e fez oferendas a entidades espirituais para conseguir concluir suas maldades sem ser descoberta. Os religiosos, é claro, não aprovaram.

“A cena mostrou uma falta de entendimento por parte do autor da novela sobre o que é de fato a umbanda. Esse tipo de construção cenográfica só serve para ofender”, disparou o cientista da religião Alexandre Cumino ao “Notícias da TV”.

O representante ainda avaliou: “Já existe um preconceito, uma intolerância contra quem faz parte da religião, do candomblé, quem vai ao terreiro. O que prevalece é a ignorância. As pessoas com quem conversei se sentiram agredidas, estão muito indignadas”.

Apesar da situação, o veterano não atribuiu culpa ao canal. “Não tenho nenhuma intenção de demonizar a emissora. Pelo contrário. Ela tem feito um trabalho de humanização da umbanda, exibiu reportagens sobre os ataques que os terreiros estavam sofrendo no Rio de Janeiro”, acrescentou.

Vale lembrar que a novela de João Emanuel Carneiro, que se passa na Bahia, já havia sido criticada por causa da falta de personagens negros no elenco.




Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE