Ana Beatriz Nogueira sobre esclerose: “É possível viver bem”

Ana Beatriz Nogueira participou do “Encontro com Fátima Bernardes”, da Globo, nesta quarta-feira (7), e resolveu abrir o jogo sobre a esclerose múltipla – descoberta em 2009. Mesmo com a doença, a atriz garantiu que é possível viver com qualidade.

VOCÊ VIU? Neymar faz desabafo em foto de Bruna e ganha resposta genial

Na web, Susana Werner chora e detona Julio Cesar: “Egoísta”

Abuso no “Big Brother Brasil 18”: Está rolando ou não?

Autor mata personagens de “O Outro Lado” por ordem da Globo

“Falar sobre isso é importante para deixar a doença sem preconceito. Para quem está recendo a notícia agora, de um diagnóstico, saiba que é possível viver bem, com qualidade, com esclerose múltipla”, disse à apresentadora.

Com a enfermidade controlada, a veterana contou que demorou a ter o diagnóstico correto. “Tinha 42 anos, estava trabalhando à beça, gravando ‘Caminho das Índias’ (2009), dirigindo o show da Zélia Duncan, estava em ano animadíssimo. O primeiro [surto] passou sozinho, o segundo já não passou, e no terceiro eu tive o diagnóstico”, disse.

E continuou: “Na terceira, fiquei muito tempo sem ser atendida adequadamente, aí eu troquei a equipe. O que é ser atendida adequadamente, é fazer uma coisa chamada soroterapia, que é um ataque aéreo de cortisona na veia. Na mesma hora você sai do chamado surto, o meu era ver embaçado”.

Ana Beatriz ainda destacou se sentir privilegiada por ter a doença de forma moderada. “Sei que tem casos que evolui, mas são muitas mulheres no Brasil vivendo bem com E.M.”, finalizou.

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE