• © TV Globo
  • © TV Globo
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © TV Globo
  • © Twitter

Após declaração racista, Globo rescinde contrato com Waack

Afastado do “Jornal da Globo” desde o dia 9 de novembro, após o vazamento de um vídeo supostamente racista nas redes sociais, William Waack teve seu contrato rescindido. Nesta sexta-feira (22), a emissora carioca divulgou um anuncio informando sobre o fim do vínculo com o jornalista.

VOCÊ VIU? “Cheguei ao limite”, diz MC Livinho após agredir fã em show

Grávida, Patrícia Abravanel grava especial com Silvio Santos

Gloria Perez lembra 25 anos da morte de Daniella com missa

Geraldo Luis engata namoro com bailarina do “Domingo Show”

“A TV Globo e o jornalista decidiram que o melhor caminho a seguir é o encerramento consensual do contrato de prestação de serviços que mantinham”, afirmou Ali Kamel, diretor de Jornalismo do canal.

No comunicado, o profissional diz que o ex-apresentador nega que tenha sido racista. “​Em relação ao vídeo, William Waack reitera que nem ali nem em nenhum outro momento de sua vida teve o objetivo de protagonizar ofensas raciais. Repudia de forma absoluta o racismo, nunca compactuou com esse sentimento abjeto e sempre lutou por uma sociedade inclusiva e que respeite as diferenças. Pede desculpas a quem se sentiu ofendido, pois todos merecem o seu respeito.”

​E finalizou: “A TV Globo reafirma seu repúdio ao racismo em todas as suas formas e manifestações. E reitera a excelência profissional de Waack e a imensa contribuição dele ao jornalismo da TV Globo e ao brasileiro. E a ele agradece os anos de colaboração”.

Waack, para quem não sabe, teve um vídeo divulgado na web em que é possível ouvir uma buzina instantes antes do início da participação do âncora no noticiário. Irritado, o veterano disparou: “Está buzinando por que, seu mer%@ do cac#$&*? [..] Deve ser um… não vou nem falar, eu sei quem é…”. Em seguida, o jornalista parece dizer ao seu convidado: “Preto, né?”.

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE