• © TV Globo
  • © Felipe Monteiro/Divulgação/TV Globo
  • © Artur Meninea/Divulgação/TV Globo
  • © Divulgação/TV Globo
  • © Divulgação/TV Globo
  • © AgNews
  • © TV Globo
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © TV Globo
  • © Divulgação/TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © Divulgação/TV Globo
  • © TV Globo

Montagner não deveria estar no elenco de “Velho Chico”

Protagonista de “Velho Chico”, Domingos Montagner não deveria estar no elenco da novela das 21h. O ator, que morreu afogado após uma gravação do folhetim nesta quinta-feira (15), estava reservado para “A Lei do Amor”, trama que estreia no horário nobre em outubro.

Ao ser chamado para o projeto de Benedito Ruy Barbosa, o veterano pediu autorização da diretora Denise Saraceni para deixar a produção assinada por Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari.

“Ele entrou na minha sala e disse: ‘Denise, eu quero muito trabalhar com você, mas não vai ser agora. Eu preciso fazer ‘Velho Chico’. Acho que ele tinha um encontro”, disse a diretora em entrevista ao “RJTV” desta quinta.

A troca ocorreu porque a direção do canal carioca decidiu adiar “A Lei do Amor” para evitar ter problema com o Tribunal Regional Eleitoral devido a trama política em época de eleições.

Com isso, “Chico” – aprovada para a faixa das 18h – foi promovida ao principal horário de novelas da emissora.

Tragédia

Domingos morreu afogado no Rio São Francisco, onde se passa boa parte de “Velho Chico”. O corpo de ator foi encontrado preso nas pedras, à 30 metros de profundidade, na região de Canindé do São Francisco, em Alagoas.

O artista foi levado pela correnteza enquanto tomava um banho no local com Camila Pitanga após as gravações da novela na região.




Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE