• © Instagram
  • © Record
  • © Instagram
  • © Divulgação/Record
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Divulgação
  • © Instagram
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Divulgação/Record
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Divulgação
  • © Record
  • © Band
  • © Divulgação
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Instagram
  • © Record
  • © Record
  • © Divulgação
  • © Divulgação/Record
  • © Record
  • © Record
  • © Divulgação
  • © Record
  • © Instagram
  • © SBT
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © AgNews
  • © Record
  • © Record
  • © AgNews
  • © Record
  • © Record
  • © Instagram
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © AgNews
  • © Brazil News

Plateia de Sabrina Sato acusa Record de cárcere privado

A polícia foi chamada nos estúdios da Rede Record, na Barra Funda, em São Paulo, na última segunda-feira (18), sob acusação de cárcere privado.

VOCÊ VIU? Filha de Flávia Alessandra é pedida em casamento no Marrocos

Filho de William Bonner posa barbudo e é comparado ao pai

Galã dos anos 2000, Erik Marmo retorna à TV em trama das 18h

Mara Maravilha rebate rumores de que seria “macumbeira”

Isso porque parte da caravana que foi acompanhar as gravações do “Programa da Sabrina” teria ficado insatisfeita com a demora do andamento da atração e, durante o intervalo, pediu para ir embora.

Contudo, os responsáveis pelo programa da japa não autorizaram a saída das pessoas do estúdio e os obrigaram a continuar no local até o fim da gravação.

Durante o desentendimento, algumas pessoas ligaram para a polícia e as autoridades chegaram ao local em três viaturas para analisar a ocorrência.

De acordo com o “Fofocalizando”, do SBT, a Record não se pronunciou sobre o caso.




Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE