• © Divulgação/TV Globo
  • © TV Globo
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram

Tralli tem torcicolo e sofre com dores nos estúdios da Globo

César Tralli não se afastou da bancada do “SPTV – 1ª Edição”, da Globo, nem por problemas de saúde. Conhecido por ser ‘viciado’ em trabalho, o apresentador comandou o telejornal no último mês sentindo fortes dores na coluna.

VOCÊ VIU? Ticiane Pinheiro sobre término com Tralli: “Fomos felizes”

O jornalista, de 45 anos de idade, andou pelos bastidores da emissora com um colar cervical e só tirava a proteção do pescoço na hora de entrar no ar.

“Ganhei de presente de Dia das Crianças, 12 de outubro, um torcicolo daqueles bem chatos. Fui investigar melhor dias depois e descobri que se tratavam de duas hérnias de disco na cervical. Coisas da vida e da idade, talvez. Mas nada, felizmente, que me impedisse de trabalhar”, contou ao “Notícias da TV”.

Tanto esforço, contudo, chegou ao limite na última terça-feira (15), quando o ex de Ticiane Pinheiro se rendeu às dores e pediu para Glória Vanique o substituir no comando do noticiário vespertino.

Tralli contou que começou a fazer fisioterapia para aliviar os sintomas e o tratamento tem dado certo.

“Estou muito melhor agora. Meus movimentos já estão plenamente recuperados! [Foram] 12 sessões de fisioterapia nas últimas duas semanas”, contou.

Apesar da evolução, o apresentador ainda não aposentou o colar cervical: “O colar cervical eu uso durante algum tempo do dia só para dar uma aliviada na coluna. Acabei sabendo que pessoas como eu, que tem pescoço comprido [risos], têm mais propensão a sobrecarregar a coluna”.

Vale ressaltar que o profissional ancorou o “Jornal Hoje” no sábado (12) e o “Bom Dia Brasil”, parte do “Bom Dia São Paulo” e o “SPTV 1ª Edição” da segunda-feira (14).

Depois de um longo período à frente das câmeras, César entrou de férias nesta quarta-feira (16).




Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE