Guilherme Karan morre aos 58 anos; relembre trajetória

  • Com doença rara, Guilherme Karan segue internado há 1 ano e meio: “Não fala e não anda” ©

    Aos 57 anos, Guilherme Karan está internado há 1 e meio no Hospital Naval Marcílio Dias, na zona norte do Rio de Janeiro. O ator é portador da síndrome de Machado-Joseph – uma doença degenerativa que faz com que a pessoa perca a capacidade motora. O pai dele, Alfredo Karan, disse que o estado de saúde do artista é bem delicado.

    “Consegui que ele ficasse internado no Marcílio Dias. Lá ele é muito bem tratado. Guilherme perdeu as funções motoras. Não fala, não anda mas é completamente lúcido”, disse ao “Ego”.
    A doença foi passada a Guilherme por sua mãe, que já faleceu com a síndrome. Os outros três irmãos de Karan também apresentaram a doença – dois já morreram e mais novo, Luciana, está doente.

    “A perda do equilíbrio é o primeiro sintoma. Depois vêm os outros degenerativos. No início ele estava aqui em casa comigo e não queria receber visitas. Mas na época o convenci a deixar que os amigos viessem vê-lo. Glória Perez, Tessy Callado… São algumas que sempre o procuraram”, disse.

    O almirante da marina disse que chegou a ver o filho chorando ao assistir uma cena de “Meu Bem, Meu Mal” (1990). “Ele sofre muito em não poder trabalhar mais.”

    Afastado das telinhas desde “América”, em 2005, Karan já fez diversos trabalhos na TV e no cinema. Relembre nas páginas a seguir.

  • Com doença rara, Guilherme Karan segue internado há 1 ano e meio: “Não fala e não anda” ©

    O último trabalho de Karam na TV Globo foi como o Geraldito, de “América” (2005)

  • Com doença rara, Guilherme Karan segue internado há 1 ano e meio: “Não fala e não anda” ©

    O veterano participou como o vilão Gorgon de “Xuxa e os Duendes” (2001) e “Xuxa e os Duendes 2” (2002)

  • Com doença rara, Guilherme Karan segue internado há 1 ano e meio: “Não fala e não anda” ©

    Em “O Clone” (2001), o artista viveu o divertido Raposão

  • Com doença rara, Guilherme Karan segue internado há 1 ano e meio: “Não fala e não anda” ©

    Já em 1998, Karam participou da nova versão de “Pecado Capital”

  • Com doença rara, Guilherme Karan segue internado há 1 ano e meio: “Não fala e não anda” ©

    Ainda no mesmo ano, o ator participou do seriado “Hilda Furacão”

  • Com doença rara, Guilherme Karan segue internado há 1 ano e meio: “Não fala e não anda” ©

    O artista atuou em “Explode Coração” (1995)

  • Com doença rara, Guilherme Karan segue internado há 1 ano e meio: “Não fala e não anda” ©

    O ator foi o vilão do filme “Super Xuxa contra Baixo Astral” (1988)

  • Com doença rara, Guilherme Karan segue internado há 1 ano e meio: “Não fala e não anda” ©

    Um dos seus trabalhos mais reconhecidos foi no humorístico TV Pirata entre 1988 e 1990

Close sidebar