Relembre os mais rejeitados do “Big Brother Brasil”


  • © TV Globo

    O “Big Brother Brasil”, da TV Globo, tem a sua 19ª edição prevista para estrear na próxima terça-feira (15), e não há dúvidas de que promete muitas emoções.

    Enquanto muitos participantes conseguem conquistar o público, outros se tornam os verdadeiros vilões da temporada.

    Até mesmo quem não se envolveu em grandes polêmicas já deixou o programa com alta rejeição do temido Paredão do “BBB”.

    Relembre, nas páginas a seguir, os ex-brothers com maior rejeição dos anos anteriores!

  • © TV Globo

    Estela foi a primeira rejeitada da história do “Big Brother Brasil”. A fotógrafa, que foi considerada uma verdadeira encrenqueira, deixou o programa com 85% dos votos em um Paredão contra Kléber Bambam

  • © TV Globo

    Fernando Fernandes foi eliminado com 77% de rejeição do “Big Brother Brasil 2”. O bonitão protagonizou uma briga feia logo nas primeiras semanas com Tina, conhecida por ficar batendo panelas na casa

  • © TV Globo

    Samantha Pereira foi uma das grandes vilãs do “Big Brother Brasil 3”. A bela deixou o programa com 79% de rejeição do público, por suas constantes discussões e polêmicas

  • © TV Globo

    Marcelo Gomes, o Zulu, deixou o “Big Brother Brasil 4” com 80% de rejeição. Era um dos grandes parceiros de Marcelo Dourado e acabou formando uma panelinha, chamada de “Turma do Boco”

  • © TV Globo

    Conhecida popularmente pelos telespectadores como Aline X-9, a ex-sister gerava verdadeiras intrigas na casa do “Big Brother Brasil 5”, e mantém uma rejeição recorde até hoje de 95% dos votos

  • © TV Globo

    Ines Carolina deixou o “Big Brother Brasil 6” com 78% dos votos de rejeição, após disputar o Paredão com a campeã da edição, Mara

  • © TV Globo

    Felipe Cobra deixou o “Big Brother Brasil 7” com 93% de rejeição. O rapaz marcou sua participação no reality com muitas discussões, declarações preconceituosas e ameaças de rejeição

  • © TV Globo

    Jaque Khury foi a primeira eliminada do “Big Brother Brasil 8”, com 87% dos votos. A gata iniciou o possível primeiro barraco do programa quando começou a comentar com as outras sisters sobre o comportamento de Juliana, além de outras alfinetadas sobre diversos participantes

  • © TV Globo

    Newton deixou o “Big Brother Brasil 9” com 72% dos votos, em um Paredão contra sua rival, Ana Carolina

  • © TV Globo

    Tessália Serighelli não agradou o público com o seu romance com Michel, nem com as suas combinações de voto no “Big Brother Brasil 10”. A morena deixou o reality com 78% dos votos

  • © TV Globo

    Apesar de não ter causado polêmicas ou discussões no “Big Brother Brasil 11”, Cristiano Carnevale foi o mais rejeitado da edição, com 78% dos votos

  • © TV Globo

    Rafael Oliveira foi o mais rejeitado do “Big Brother Brasil 12”, com 92% dos votos. O bonitão estava sempre por trás de combinações de voto, o que gerou revolta do público

  • © TV Globo

    Aslan Cabral deixou o “Big Brother Brasil 13” com 79% dos votos. O pernambucano entrou na casa afirmando que seu desejo era ficar longe de confusão, porém, disparou diversos comentários maldosos sobre Anamara – que estava em um quarto devido a um falso Paredão. A morena não gostou nada do que viu e o mandou direto para a berlinda

  • © TV Globo

    Aline Dahlen foi uma das grandes vilãs do “Big Brother Brasil 14”, e deixou o programa com 80% dos votos. Em uma ocasião, fez um brincadeira com a tragédia da Boate Kiss, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Quando os brothers descobriram um puxadinho do lado de fora da casa, sugeriram que pudesse ser uma balada. “Só não vale ser como Santa Maria. Pegar um foguinho”, disparou a moça

  • © TV Globo

    Luan Patrício foi um verdadeiro causador de problemas dentro do “Big Brother Brasil 15”, e deixou o programa com 87% de rejeição. Ele chegou a esconder comida dentro do confinamento, protagonizou inúmeras discussões e já afirmou ter matado um homem no Morro do Alemão, no Rio de Janeiro, quando era militar

  • © TV Globo

    Adélia Soares foi eliminada com 71% de rejeição do “Big Brother Brasil 16”. A ex-sister teve os votos de seu Paredão contabilizados em uma espécia de média ponderada das regiões do Brasil, na época, em uma disputa contra Ronan e Munik

  • © TV Globo

    Mayara ficou chocada com a porcentagem de seus votos em sua eliminação do “Big Brother Brasil 17”. A bela deixou a casa com 81,6% de rejeição, em um Paredão contra a vice-campeã da edição, Vivian Amorim

  • © TV Globo

    Em um grupo que foi eliminado pelo público com altos números de rejeição, Patrícia Leite deixou o “Big Brother Brasil 18” com 94,26% dos votos. A cearense quebrou o recorde entre os Paredões triplos





Close sidebar