Gabi diz ser vítima de racismo no “BBB 19”: “Me senti encurralada”


© TV Globo


Gabi aproveitou uma conversa que teve com os colegas, no “Big Brother Brasil 19”, da TV Globo, na última segunda-feira (18), para desabafar sobre racismo. Além de dizer que foi vítima de preconceito dentro da casa, a sister afirmou que se sentiu oprimida com alguns comentários que ouviu no confinamento.





VOCÊ VIU? Débora Nascimento ganha apoio de famosas após suposta traição

Pe. Alessandro Campos cobra para fãs participarem de plateia na RedeTV!

Primeira âncora negra na TV parabeniza Maju por estreia no “JN”

Anitta defende o funk ao surgir de surpresa no “Domingão”

“Me senti encurralada em frases um tanto racistas. Falta de informação, talvez. Mas não vou mais ficar quieta. Sei que meus amigos estão lá apanhando por andar de mão dada com namorada, já bateram na minha namorada”, disse.

E continuou: “Amigo meu andando com navalha embaixo da língua para não morrer na rua. Tem informação aí, é só pegar e estudar. Não estou jogando indireta para ninguém. As pessoas não buscam informação, mas esse ano o bicho está pegando e não dá mais para isso acontecer”.

Apesar de não ter sido mencionado, Maycon se desculpou com a colega. A percussionista garantiu que não está brava com o brother, e disse que o discurso não foi direcionado a ninguém específico.



Vale lembrar que o “BBB 19” está sendo investigado por alguns supostos casos de discriminação. A Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância do Rio de Janeiro informou que abriu um inquérito para investigar as possíveis declarações racistas de alguns participantes do reality.

  • © Divulgação/TV Globo

    Gabriela Hebling vive em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, tem 32 anos e é designer gráfica e percussionista

  • © Divulgação/GShow

    Gabriela Hebling vive em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, tem 32 anos e é designer gráfica e percussionista

  • © Divulgação/GShow

    Gabriela Hebling vive em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, tem 32 anos e é designer gráfica e percussionista

  • © Instagram

    Gabriela Hebling vive em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, tem 32 anos e é designer gráfica e percussionista

  • © Instagram

    Gabriela Hebling vive em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, tem 32 anos e é designer gráfica e percussionista

  • © Instagram

    Gabriela Hebling vive em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, tem 32 anos e é designer gráfica e percussionista

  • © Instagram

    Gabriela Hebling vive em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, tem 32 anos e é designer gráfica e percussionista

  • © Instagram

    Gabriela Hebling vive em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, tem 32 anos e é designer gráfica e percussionista

  • © Instagram

    Gabriela Hebling vive em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, tem 32 anos e é designer gráfica e percussionista

  • © Instagram

    Gabriela Hebling vive em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, tem 32 anos e é designer gráfica e percussionista