Após tombo, Porta-Bandeira lamenta: “Não vou poder pisar”


  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © Caio Duran e Charles Naseh/Divulgação
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © AgNews


Depois de cair na Marquês de Sapucaí, na madrugada deste domingo (26), Jéssica Ferreira, Porta-Bandeira da Unidos de Padre Miguel, gravou um vídeo no Facebook para tranquilizar a todos e dizer que passa bem.

VOCÊ VIU? Cacau Colucci desfila em São Paulo após vencer câncer

Ivete Sangalo fez ensaios secretos, revela Grande Rio

Claudia Raia não desfilará no Rio a pedido da Globo

Claudia Leitte comanda trio sem cordas pela 1ª vez

“Queria agradecer todo mundo da imprensa que se preocupou comigo. Já estou medicada. Imobilizaram minha perna, eu não vou poder pisar durante alguns dias, mas eu estou melhor. Muito obrigada pelo preocupação e carinho de vocês. Muito obrigada mesmo”, disse.

A moça torceu o joelho e caiu no meio da Avenida. Por isso, precisou ser substituída pela segunda Porta-Bandeira, Cássia Maria, na apresentação.

Ao “G1”, Alessandra Daflon, uma das diretoras de harmonia da agremiação, revelou que o tombo aconteceu bem em frente à segunda cabine de jurados dos desfiles. Segundo a integrante da escola, Jéssica escorregou no óleo deixado na Marquês de Sapucaí pela agremiação anterior. “O chão estava muito escorregadio, com óleo deixado pela escola que desfilou antes da gente”, garantiu.

Agora, o casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira deve ser punido pela queda. “Se a queda dela foi diante do jurado, ela vai perder ponto. Infelizmente. Mesmo sendo uma eventualidade”, lamentou.



Close sidebar