• © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades
  • © Barbara Alejandra/Famosidades

Fé e Aline Riscado: combinação leva Tucuruvi a colorir o Anhembi

Pode não ser ainda desta vez que o inédito título vai chegar para a Acadêmicos do Tucuruvi, mas a escola cumpriu seu papel. Em um desfile agradável, gostoso de se assistir, a agremiação falou sobre as festas da fé espalhadas pelo Brasil. Teve muitos pontos altos, a começar pela bateria.

Forte, intensa, os ritmistas foram brindados com a presença da bela Aline Riscado como rainha. A musa deu um show à parte e deixou boquiabertos os marmanjos pela sua beleza estonteante

“Foi um dos dias mais felizes da minha vida, o público foi maravilhoso. Eu quero mais. Isso é bom demais”, disse Aline Riscado ao fim da apresentação.

Por sinal, a escola trouxe uma legião de mulheres bonitas. As alegorias que falavam sobre a fé indígena abusou das beldades, assim como a que abordava a fé em Iemanjá. Houve muitas mulheres com os seios à mostra.

A Tucuruvi foi mais uma a apostar em grandiosas alegorias. No chão, no entanto, as fantasias eram leves. O fato colaborou com a correta evolução feita pelos componentes. A mistura de cores foi outro ponto forte, com alas cheias, deixando a escola ainda mais alegre.

PEGOU BEM

– O enredo foi muito bem desenvolvido. Abordou com clareza diversas formas de fé pelo Brasil. Não faltou Padre Cícero, Nossa Senhora da Aparecida, Santo Antônio, São Pedro…

– Os holofotes à frente da bateria estavam todos na rainha Aline Riscado. Porém, a musa Cintia Melo também fez bonito e arrancou suspiros pelo Anhembi.

PEGOU MAL

– Embora o samba-enredo tenha crescido na avenida, não estava à altura do restante da escola e não empolgou o público.

– A escola passou rápido e, no fim, teve de segurar bastante o passo para não encerrar tão cedo o desfile.




Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE