Gaviões, Mocidade e Vila Maria são destaques em SP


  • © Fábio Tito/G1

    No segundo dia de desfiles do Grupo Especial de São Paulo, as escolas de samba Gaviões da Fiel, Mocidade Alegre e Vila Maria foram as mais comentadas pelas suas apresentações no Anhembi. Pérola Negra, Colorado do Brás, Águia de Ouro e Rosas de Ouro também entraram na avenida nesta noite de sábado (22) e madrugada de domingo (24).

    VOCÊ VIU? Dilsinho agita camarote com famosos no Anhembi

    Saulo recebe Thiago Abravanel e abre o dia em Campo Grande

    Vestida de Cavalo Marinho, Anitta se apresenta em Olinda

    Michel Teló terá bloco de Carnaval com tradução em libras

    Comemorando os seus 50 anos, a Gaviões promoveu a estreia do carnavalesco Paulo Barros em São Paulo, após ele ganhar quatro vezes no Rio. A comissão de frente teve um enfeito especial ao estilo de Barros, com os componentes pegando fogo em referência à chama da paixão. Também teve muita chuva de papel picado e um carro jorrando água.

    A Mocidade Alegre cantou o poder das mulheres e dos orixás. O segundo carro usou 5 mil litros de água reutilizada, bolhas de sabão e visual marítimo em alusão a Iemanjá, rainha dos mares. Em busca do primeiro título, a Vila Maria apresentou “dragões”, porcelana, e muitas imagens associadas aos chineses.

    A Rosas de Ouro fez o último desfile de 2020 do Grupo Especial de SP com o enredo “Tempos Modernos”. Teve fantasia com chip, robô, passista virtual e carro em realidade aumentada em 3D. A Águia de Ouro mostrou a trajetória do conhecimento humano. A primeira ala tinha o homem primitivo e o último carro imaginou um futuro com robôs.

  • © Fábio Tito/G1

    No segundo dia de desfiles do Grupo Especial de São Paulo, as escolas de samba Gaviões da Fiel, Mocidade Alegre e Vila Maria foram as mais comentadas pelas suas apresentações no Anhembi. Pérola Negra, Colorado do Brás, Águia de Ouro e Rosas de Ouro também entraram na avenida nesta noite de sábado (22) e madrugada de domingo (24).

    VOCÊ VIU? Dilsinho agita camarote com famosos no Anhembi

    Saulo recebe Thiago Abravanel e abre o dia em Campo Grande

    Vestida de Cavalo Marinho, Anitta se apresenta em Olinda

    Michel Teló terá bloco de Carnaval com tradução em libras

    Comemorando os seus 50 anos, a Gaviões promoveu a estreia do carnavalesco Paulo Barros em São Paulo, após ele ganhar quatro vezes no Rio. A comissão de frente teve um enfeito especial ao estilo de Barros, com os componentes pegando fogo em referência à chama da paixão. Também teve muita chuva de papel picado e um carro jorrando água.

    A Mocidade Alegre cantou o poder das mulheres e dos orixás. O segundo carro usou 5 mil litros de água reutilizada, bolhas de sabão e visual marítimo em alusão a Iemanjá, rainha dos mares. Em busca do primeiro título, a Vila Maria apresentou “dragões”, porcelana, e muitas imagens associadas aos chineses.

    A Rosas de Ouro fez o último desfile de 2020 do Grupo Especial de SP com o enredo “Tempos Modernos”. Teve fantasia com chip, robô, passista virtual e carro em realidade aumentada em 3D. A Águia de Ouro mostrou a trajetória do conhecimento humano. A primeira ala tinha o homem primitivo e o último carro imaginou um futuro com robôs.

  • No segundo dia de desfiles do Grupo Especial de São Paulo, as escolas de samba Gaviões da Fiel, Mocidade Alegre e Vila Maria foram as mais comentadas pelas suas apresentações no Anhembi. Pérola Negra, Colorado do Brás, Águia de Ouro e Rosas de Ouro também entraram na avenida nesta noite de sábado (22) e madrugada de domingo (24).

    VOCÊ VIU? Dilsinho agita camarote com famosos no Anhembi

    Saulo recebe Thiago Abravanel e abre o dia em Campo Grande

    Vestida de Cavalo Marinho, Anitta se apresenta em Olinda

    Michel Teló terá bloco de Carnaval com tradução em libras

    Comemorando os seus 50 anos, a Gaviões promoveu a estreia do carnavalesco Paulo Barros em São Paulo, após ele ganhar quatro vezes no Rio. A comissão de frente teve um enfeito especial ao estilo de Barros, com os componentes pegando fogo em referência à chama da paixão. Também teve muita chuva de papel picado e um carro jorrando água.

    A Mocidade Alegre cantou o poder das mulheres e dos orixás. O segundo carro usou 5 mil litros de água reutilizada, bolhas de sabão e visual marítimo em alusão a Iemanjá, rainha dos mares. Em busca do primeiro título, a Vila Maria apresentou “dragões”, porcelana, e muitas imagens associadas aos chineses.

    A Rosas de Ouro fez o último desfile de 2020 do Grupo Especial de SP com o enredo “Tempos Modernos”. Teve fantasia com chip, robô, passista virtual e carro em realidade aumentada em 3D. A Águia de Ouro mostrou a trajetória do conhecimento humano. A primeira ala tinha o homem primitivo e o último carro imaginou um futuro com robôs.

  • © Fábio Tito/G1

    No segundo dia de desfiles do Grupo Especial de São Paulo, as escolas de samba Gaviões da Fiel, Mocidade Alegre e Vila Maria foram as mais comentadas pelas suas apresentações no Anhembi. Pérola Negra, Colorado do Brás, Águia de Ouro e Rosas de Ouro também entraram na avenida nesta noite de sábado (22) e madrugada de domingo (24).

    VOCÊ VIU? Dilsinho agita camarote com famosos no Anhembi

    Saulo recebe Thiago Abravanel e abre o dia em Campo Grande

    Vestida de Cavalo Marinho, Anitta se apresenta em Olinda

    Michel Teló terá bloco de Carnaval com tradução em libras

    Comemorando os seus 50 anos, a Gaviões promoveu a estreia do carnavalesco Paulo Barros em São Paulo, após ele ganhar quatro vezes no Rio. A comissão de frente teve um enfeito especial ao estilo de Barros, com os componentes pegando fogo em referência à chama da paixão. Também teve muita chuva de papel picado e um carro jorrando água.

    A Mocidade Alegre cantou o poder das mulheres e dos orixás. O segundo carro usou 5 mil litros de água reutilizada, bolhas de sabão e visual marítimo em alusão a Iemanjá, rainha dos mares. Em busca do primeiro título, a Vila Maria apresentou “dragões”, porcelana, e muitas imagens associadas aos chineses.

    A Rosas de Ouro fez o último desfile de 2020 do Grupo Especial de SP com o enredo “Tempos Modernos”. Teve fantasia com chip, robô, passista virtual e carro em realidade aumentada em 3D. A Águia de Ouro mostrou a trajetória do conhecimento humano. A primeira ala tinha o homem primitivo e o último carro imaginou um futuro com robôs.

  • No segundo dia de desfiles do Grupo Especial de São Paulo, as escolas de samba Gaviões da Fiel, Mocidade Alegre e Vila Maria foram as mais comentadas pelas suas apresentações no Anhembi. Pérola Negra, Colorado do Brás, Águia de Ouro e Rosas de Ouro também entraram na avenida nesta noite de sábado (22) e madrugada de domingo (24).

    VOCÊ VIU? Dilsinho agita camarote com famosos no Anhembi

    Saulo recebe Thiago Abravanel e abre o dia em Campo Grande

    Vestida de Cavalo Marinho, Anitta se apresenta em Olinda

    Michel Teló terá bloco de Carnaval com tradução em libras

    Comemorando os seus 50 anos, a Gaviões promoveu a estreia do carnavalesco Paulo Barros em São Paulo, após ele ganhar quatro vezes no Rio. A comissão de frente teve um enfeito especial ao estilo de Barros, com os componentes pegando fogo em referência à chama da paixão. Também teve muita chuva de papel picado e um carro jorrando água.

    A Mocidade Alegre cantou o poder das mulheres e dos orixás. O segundo carro usou 5 mil litros de água reutilizada, bolhas de sabão e visual marítimo em alusão a Iemanjá, rainha dos mares. Em busca do primeiro título, a Vila Maria apresentou “dragões”, porcelana, e muitas imagens associadas aos chineses.

    A Rosas de Ouro fez o último desfile de 2020 do Grupo Especial de SP com o enredo “Tempos Modernos”. Teve fantasia com chip, robô, passista virtual e carro em realidade aumentada em 3D. A Águia de Ouro mostrou a trajetória do conhecimento humano. A primeira ala tinha o homem primitivo e o último carro imaginou um futuro com robôs.

  • No segundo dia de desfiles do Grupo Especial de São Paulo, as escolas de samba Gaviões da Fiel, Mocidade Alegre e Vila Maria foram as mais comentadas pelas suas apresentações no Anhembi. Pérola Negra, Colorado do Brás, Águia de Ouro e Rosas de Ouro também entraram na avenida nesta noite de sábado (22) e madrugada de domingo (24).

    VOCÊ VIU? Dilsinho agita camarote com famosos no Anhembi

    Saulo recebe Thiago Abravanel e abre o dia em Campo Grande

    Vestida de Cavalo Marinho, Anitta se apresenta em Olinda

    Michel Teló terá bloco de Carnaval com tradução em libras

    Comemorando os seus 50 anos, a Gaviões promoveu a estreia do carnavalesco Paulo Barros em São Paulo, após ele ganhar quatro vezes no Rio. A comissão de frente teve um enfeito especial ao estilo de Barros, com os componentes pegando fogo em referência à chama da paixão. Também teve muita chuva de papel picado e um carro jorrando água.

    A Mocidade Alegre cantou o poder das mulheres e dos orixás. O segundo carro usou 5 mil litros de água reutilizada, bolhas de sabão e visual marítimo em alusão a Iemanjá, rainha dos mares. Em busca do primeiro título, a Vila Maria apresentou “dragões”, porcelana, e muitas imagens associadas aos chineses.

    A Rosas de Ouro fez o último desfile de 2020 do Grupo Especial de SP com o enredo “Tempos Modernos”. Teve fantasia com chip, robô, passista virtual e carro em realidade aumentada em 3D. A Águia de Ouro mostrou a trajetória do conhecimento humano. A primeira ala tinha o homem primitivo e o último carro imaginou um futuro com robôs.

  • © Marcelo Brandt/G1

    No segundo dia de desfiles do Grupo Especial de São Paulo, as escolas de samba Gaviões da Fiel, Mocidade Alegre e Vila Maria foram as mais comentadas pelas suas apresentações no Anhembi. Pérola Negra, Colorado do Brás, Águia de Ouro e Rosas de Ouro também entraram na avenida nesta noite de sábado (22) e madrugada de domingo (24).

    VOCÊ VIU? Dilsinho agita camarote com famosos no Anhembi

    Saulo recebe Thiago Abravanel e abre o dia em Campo Grande

    Vestida de Cavalo Marinho, Anitta se apresenta em Olinda

    Michel Teló terá bloco de Carnaval com tradução em libras

    Comemorando os seus 50 anos, a Gaviões promoveu a estreia do carnavalesco Paulo Barros em São Paulo, após ele ganhar quatro vezes no Rio. A comissão de frente teve um enfeito especial ao estilo de Barros, com os componentes pegando fogo em referência à chama da paixão. Também teve muita chuva de papel picado e um carro jorrando água.

    A Mocidade Alegre cantou o poder das mulheres e dos orixás. O segundo carro usou 5 mil litros de água reutilizada, bolhas de sabão e visual marítimo em alusão a Iemanjá, rainha dos mares. Em busca do primeiro título, a Vila Maria apresentou “dragões”, porcelana, e muitas imagens associadas aos chineses.

    A Rosas de Ouro fez o último desfile de 2020 do Grupo Especial de SP com o enredo “Tempos Modernos”. Teve fantasia com chip, robô, passista virtual e carro em realidade aumentada em 3D. A Águia de Ouro mostrou a trajetória do conhecimento humano. A primeira ala tinha o homem primitivo e o último carro imaginou um futuro com robôs.

  • © Ardilhes Moreira/G1

    No segundo dia de desfiles do Grupo Especial de São Paulo, as escolas de samba Gaviões da Fiel, Mocidade Alegre e Vila Maria foram as mais comentadas pelas suas apresentações no Anhembi. Pérola Negra, Colorado do Brás, Águia de Ouro e Rosas de Ouro também entraram na avenida nesta noite de sábado (22) e madrugada de domingo (24).

    VOCÊ VIU? Dilsinho agita camarote com famosos no Anhembi

    Saulo recebe Thiago Abravanel e abre o dia em Campo Grande

    Vestida de Cavalo Marinho, Anitta se apresenta em Olinda

    Michel Teló terá bloco de Carnaval com tradução em libras

    Comemorando os seus 50 anos, a Gaviões promoveu a estreia do carnavalesco Paulo Barros em São Paulo, após ele ganhar quatro vezes no Rio. A comissão de frente teve um enfeito especial ao estilo de Barros, com os componentes pegando fogo em referência à chama da paixão. Também teve muita chuva de papel picado e um carro jorrando água.

    A Mocidade Alegre cantou o poder das mulheres e dos orixás. O segundo carro usou 5 mil litros de água reutilizada, bolhas de sabão e visual marítimo em alusão a Iemanjá, rainha dos mares. Em busca do primeiro título, a Vila Maria apresentou “dragões”, porcelana, e muitas imagens associadas aos chineses.

    A Rosas de Ouro fez o último desfile de 2020 do Grupo Especial de SP com o enredo “Tempos Modernos”. Teve fantasia com chip, robô, passista virtual e carro em realidade aumentada em 3D. A Águia de Ouro mostrou a trajetória do conhecimento humano. A primeira ala tinha o homem primitivo e o último carro imaginou um futuro com robôs.

  • No segundo dia de desfiles do Grupo Especial de São Paulo, as escolas de samba Gaviões da Fiel, Mocidade Alegre e Vila Maria foram as mais comentadas pelas suas apresentações no Anhembi. Pérola Negra, Colorado do Brás, Águia de Ouro e Rosas de Ouro também entraram na avenida nesta noite de sábado (22) e madrugada de domingo (24).

    VOCÊ VIU? Dilsinho agita camarote com famosos no Anhembi

    Saulo recebe Thiago Abravanel e abre o dia em Campo Grande

    Vestida de Cavalo Marinho, Anitta se apresenta em Olinda

    Michel Teló terá bloco de Carnaval com tradução em libras

    Comemorando os seus 50 anos, a Gaviões promoveu a estreia do carnavalesco Paulo Barros em São Paulo, após ele ganhar quatro vezes no Rio. A comissão de frente teve um enfeito especial ao estilo de Barros, com os componentes pegando fogo em referência à chama da paixão. Também teve muita chuva de papel picado e um carro jorrando água.

    A Mocidade Alegre cantou o poder das mulheres e dos orixás. O segundo carro usou 5 mil litros de água reutilizada, bolhas de sabão e visual marítimo em alusão a Iemanjá, rainha dos mares. Em busca do primeiro título, a Vila Maria apresentou “dragões”, porcelana, e muitas imagens associadas aos chineses.

    A Rosas de Ouro fez o último desfile de 2020 do Grupo Especial de SP com o enredo “Tempos Modernos”. Teve fantasia com chip, robô, passista virtual e carro em realidade aumentada em 3D. A Águia de Ouro mostrou a trajetória do conhecimento humano. A primeira ala tinha o homem primitivo e o último carro imaginou um futuro com robôs.

  • © Mgaiver

    No segundo dia de desfiles do Grupo Especial de São Paulo, as escolas de samba Gaviões da Fiel, Mocidade Alegre e Vila Maria foram as mais comentadas pelas suas apresentações no Anhembi. Pérola Negra, Colorado do Brás, Águia de Ouro e Rosas de Ouro também entraram na avenida nesta noite de sábado (22) e madrugada de domingo (24).

    VOCÊ VIU? Dilsinho agita camarote com famosos no Anhembi

    Saulo recebe Thiago Abravanel e abre o dia em Campo Grande

    Vestida de Cavalo Marinho, Anitta se apresenta em Olinda

    Michel Teló terá bloco de Carnaval com tradução em libras

    Comemorando os seus 50 anos, a Gaviões promoveu a estreia do carnavalesco Paulo Barros em São Paulo, após ele ganhar quatro vezes no Rio. A comissão de frente teve um enfeito especial ao estilo de Barros, com os componentes pegando fogo em referência à chama da paixão. Também teve muita chuva de papel picado e um carro jorrando água.

    A Mocidade Alegre cantou o poder das mulheres e dos orixás. O segundo carro usou 5 mil litros de água reutilizada, bolhas de sabão e visual marítimo em alusão a Iemanjá, rainha dos mares. Em busca do primeiro título, a Vila Maria apresentou “dragões”, porcelana, e muitas imagens associadas aos chineses.

    A Rosas de Ouro fez o último desfile de 2020 do Grupo Especial de SP com o enredo “Tempos Modernos”. Teve fantasia com chip, robô, passista virtual e carro em realidade aumentada em 3D. A Águia de Ouro mostrou a trajetória do conhecimento humano. A primeira ala tinha o homem primitivo e o último carro imaginou um futuro com robôs.

  • No segundo dia de desfiles do Grupo Especial de São Paulo, as escolas de samba Gaviões da Fiel, Mocidade Alegre e Vila Maria foram as mais comentadas pelas suas apresentações no Anhembi. Pérola Negra, Colorado do Brás, Águia de Ouro e Rosas de Ouro também entraram na avenida nesta noite de sábado (22) e madrugada de domingo (24).

    VOCÊ VIU? Dilsinho agita camarote com famosos no Anhembi

    Saulo recebe Thiago Abravanel e abre o dia em Campo Grande

    Vestida de Cavalo Marinho, Anitta se apresenta em Olinda

    Michel Teló terá bloco de Carnaval com tradução em libras

    Comemorando os seus 50 anos, a Gaviões promoveu a estreia do carnavalesco Paulo Barros em São Paulo, após ele ganhar quatro vezes no Rio. A comissão de frente teve um enfeito especial ao estilo de Barros, com os componentes pegando fogo em referência à chama da paixão. Também teve muita chuva de papel picado e um carro jorrando água.

    A Mocidade Alegre cantou o poder das mulheres e dos orixás. O segundo carro usou 5 mil litros de água reutilizada, bolhas de sabão e visual marítimo em alusão a Iemanjá, rainha dos mares. Em busca do primeiro título, a Vila Maria apresentou “dragões”, porcelana, e muitas imagens associadas aos chineses.

    A Rosas de Ouro fez o último desfile de 2020 do Grupo Especial de SP com o enredo “Tempos Modernos”. Teve fantasia com chip, robô, passista virtual e carro em realidade aumentada em 3D. A Águia de Ouro mostrou a trajetória do conhecimento humano. A primeira ala tinha o homem primitivo e o último carro imaginou um futuro com robôs.





Close sidebar