Veja a ordem da 2ª noite de desfiles do Grupo Especial de SP


  • Pérola Negra © AgNews

    A segunda noite de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo acontece na noite deste sábado (22), no Sambódromo do Anhembi. A abertura da avenida será com a Pérola Negra. A escola sofreu com as chuvas que castigaram a capital paulista, mas trabalharam para dar a volta por cima.

    VOCÊ VIU? De dominatrix, Solange Almeida agita Carnaval de Salvador

    Rainha de bateria da Rosas, Ana Godoi mostra make da avenida

    Ticiane Pinheiro renova o contrato com a Record

    Michel Teló terá bloco de Carnaval com tradução em libras

    Colorado do Brás será a segunda agremiação a colocar seus componentes no Anhembi. Em terceiro, Gaviões da Fiel completa os seus 50 anos de Carnaval. Além disso, trará a novidade Paulo Barros, pela primeira vez como carnavalesco em uma escola paulista. A Mocidade Alegre também tem gente nova na área: trata-se do carnavalesco Edson Pereira.

    Sidnei França, ex-Gaviões, chega em 2020 como o carnavalesco da Águia de Ouro. Ele também acumula 11 anos pela Mocidade Alegre e tem passagem pela Vila Maria. A Águia traz tem Anderson Rodrigues como responsável pela comissão de frente. Para encerrar os desfiles do Grupo Especial, a Rosas de Ouro entrará na avenida com a Velha Guarda vestindo Ronaldo Fraga.

    Confira a ordem e os sambas-enredos do segundo dia de desfiles do Grupo Especial:

    Sábado, 22 de fevereiro

    1ª – Pérola Negra

    Enredo: “Bartali Tcherain – A estrela cigana brilha na Pérola Negra”, uma homenagem ao povo cigano.

    2ª – Colorado do Brás

    Enredo: “Que Rei Sou Eu?”, sobre a história de Dom Sebastião.

    3ª – Gaviões da Fiel

    Enredo: “Um não sei que, que nasce não sei onde, vem não sei como e explode não sei porquê”, sobre casos de amor.

    4ª – Mocidade Alegre

    Enredo: “Do canto das Yabás renasce uma nova morada”, que exalta ‘poder feminino para reconexão com universo’.

    5ª – Águia de Ouro

    Enredo: “O Poder do Saber – Se saber é poder… Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”.

    6ª – Unidos de Vila Maria

    Enredo: “O Sonho de um Povo Embala o Samba e Faz a Vila Sonhar” homenageará a China.

    7ª – Rosas de Ouro

    Enredo: “Tempos Modernos”, falará sobre a quarta revolução industrial.

  • Colorado do Brás © AgNews

    A segunda noite de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo acontece na noite deste sábado (22), no Sambódromo do Anhembi. A abertura da avenida será com a Pérola Negra. A escola sofreu com as chuvas que castigaram a capital paulista, mas trabalharam para dar a volta por cima.

    VOCÊ VIU? De dominatrix, Solange Almeida agita Carnaval de Salvador

    Rainha de bateria da Rosas, Ana Godoi mostra make da avenida

    Ticiane Pinheiro renova o contrato com a Record

    Michel Teló terá bloco de Carnaval com tradução em libras

    Colorado do Brás será a segunda agremiação a colocar seus componentes no Anhembi. Em terceiro, Gaviões da Fiel completa os seus 50 anos de Carnaval. Além disso, trará a novidade Paulo Barros, pela primeira vez como carnavalesco em uma escola paulista. A Mocidade Alegre também tem gente nova na área: trata-se do carnavalesco Edson Pereira.

    Sidnei França, ex-Gaviões, chega em 2020 como o carnavalesco da Águia de Ouro. Ele também acumula 11 anos pela Mocidade Alegre e tem passagem pela Vila Maria. A Águia traz tem Anderson Rodrigues como responsável pela comissão de frente. Para encerrar os desfiles do Grupo Especial, a Rosas de Ouro entrará na avenida com a Velha Guarda vestindo Ronaldo Fraga.

    Confira a ordem e os sambas-enredos do segundo dia de desfiles do Grupo Especial:

    Sábado, 22 de fevereiro

    1ª – Pérola Negra

    Enredo: “Bartali Tcherain – A estrela cigana brilha na Pérola Negra”, uma homenagem ao povo cigano.

    2ª – Colorado do Brás

    Enredo: “Que Rei Sou Eu?”, sobre a história de Dom Sebastião.

    3ª – Gaviões da Fiel

    Enredo: “Um não sei que, que nasce não sei onde, vem não sei como e explode não sei porquê”, sobre casos de amor.

    4ª – Mocidade Alegre

    Enredo: “Do canto das Yabás renasce uma nova morada”, que exalta ‘poder feminino para reconexão com universo’.

    5ª – Águia de Ouro

    Enredo: “O Poder do Saber – Se saber é poder… Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”.

    6ª – Unidos de Vila Maria

    Enredo: “O Sonho de um Povo Embala o Samba e Faz a Vila Sonhar” homenageará a China.

    7ª – Rosas de Ouro

    Enredo: “Tempos Modernos”, falará sobre a quarta revolução industrial.

  • Gaviões da Fiel © AgNews

    A segunda noite de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo acontece na noite deste sábado (22), no Sambódromo do Anhembi. A abertura da avenida será com a Pérola Negra. A escola sofreu com as chuvas que castigaram a capital paulista, mas trabalharam para dar a volta por cima.

    VOCÊ VIU? De dominatrix, Solange Almeida agita Carnaval de Salvador

    Rainha de bateria da Rosas, Ana Godoi mostra make da avenida

    Ticiane Pinheiro renova o contrato com a Record

    Michel Teló terá bloco de Carnaval com tradução em libras

    Colorado do Brás será a segunda agremiação a colocar seus componentes no Anhembi. Em terceiro, Gaviões da Fiel completa os seus 50 anos de Carnaval. Além disso, trará a novidade Paulo Barros, pela primeira vez como carnavalesco em uma escola paulista. A Mocidade Alegre também tem gente nova na área: trata-se do carnavalesco Edson Pereira.

    Sidnei França, ex-Gaviões, chega em 2020 como o carnavalesco da Águia de Ouro. Ele também acumula 11 anos pela Mocidade Alegre e tem passagem pela Vila Maria. A Águia traz tem Anderson Rodrigues como responsável pela comissão de frente. Para encerrar os desfiles do Grupo Especial, a Rosas de Ouro entrará na avenida com a Velha Guarda vestindo Ronaldo Fraga.

    Confira a ordem e os sambas-enredos do segundo dia de desfiles do Grupo Especial:

    Sábado, 22 de fevereiro

    1ª – Pérola Negra

    Enredo: “Bartali Tcherain – A estrela cigana brilha na Pérola Negra”, uma homenagem ao povo cigano.

    2ª – Colorado do Brás

    Enredo: “Que Rei Sou Eu?”, sobre a história de Dom Sebastião.

    3ª – Gaviões da Fiel

    Enredo: “Um não sei que, que nasce não sei onde, vem não sei como e explode não sei porquê”, sobre casos de amor.

    4ª – Mocidade Alegre

    Enredo: “Do canto das Yabás renasce uma nova morada”, que exalta ‘poder feminino para reconexão com universo’.

    5ª – Águia de Ouro

    Enredo: “O Poder do Saber – Se saber é poder… Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”.

    6ª – Unidos de Vila Maria

    Enredo: “O Sonho de um Povo Embala o Samba e Faz a Vila Sonhar” homenageará a China.

    7ª – Rosas de Ouro

    Enredo: “Tempos Modernos”, falará sobre a quarta revolução industrial.

  • Mocidade Alegre © Liga SP/Divulgação

    A segunda noite de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo acontece na noite deste sábado (22), no Sambódromo do Anhembi. A abertura da avenida será com a Pérola Negra. A escola sofreu com as chuvas que castigaram a capital paulista, mas trabalharam para dar a volta por cima.

    VOCÊ VIU? De dominatrix, Solange Almeida agita Carnaval de Salvador

    Rainha de bateria da Rosas, Ana Godoi mostra make da avenida

    Ticiane Pinheiro renova o contrato com a Record

    Michel Teló terá bloco de Carnaval com tradução em libras

    Colorado do Brás será a segunda agremiação a colocar seus componentes no Anhembi. Em terceiro, Gaviões da Fiel completa os seus 50 anos de Carnaval. Além disso, trará a novidade Paulo Barros, pela primeira vez como carnavalesco em uma escola paulista. A Mocidade Alegre também tem gente nova na área: trata-se do carnavalesco Edson Pereira.

    Sidnei França, ex-Gaviões, chega em 2020 como o carnavalesco da Águia de Ouro. Ele também acumula 11 anos pela Mocidade Alegre e tem passagem pela Vila Maria. A Águia traz tem Anderson Rodrigues como responsável pela comissão de frente. Para encerrar os desfiles do Grupo Especial, a Rosas de Ouro entrará na avenida com a Velha Guarda vestindo Ronaldo Fraga.

    Confira a ordem e os sambas-enredos do segundo dia de desfiles do Grupo Especial:

    Sábado, 22 de fevereiro

    1ª – Pérola Negra

    Enredo: “Bartali Tcherain – A estrela cigana brilha na Pérola Negra”, uma homenagem ao povo cigano.

    2ª – Colorado do Brás

    Enredo: “Que Rei Sou Eu?”, sobre a história de Dom Sebastião.

    3ª – Gaviões da Fiel

    Enredo: “Um não sei que, que nasce não sei onde, vem não sei como e explode não sei porquê”, sobre casos de amor.

    4ª – Mocidade Alegre

    Enredo: “Do canto das Yabás renasce uma nova morada”, que exalta ‘poder feminino para reconexão com universo’.

    5ª – Águia de Ouro

    Enredo: “O Poder do Saber – Se saber é poder… Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”.

    6ª – Unidos de Vila Maria

    Enredo: “O Sonho de um Povo Embala o Samba e Faz a Vila Sonhar” homenageará a China.

    7ª – Rosas de Ouro

    Enredo: “Tempos Modernos”, falará sobre a quarta revolução industrial.

  • Águia da Ouro © Liga SP/Divulgação

    A segunda noite de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo acontece na noite deste sábado (22), no Sambódromo do Anhembi. A abertura da avenida será com a Pérola Negra. A escola sofreu com as chuvas que castigaram a capital paulista, mas trabalharam para dar a volta por cima.

    VOCÊ VIU? De dominatrix, Solange Almeida agita Carnaval de Salvador

    Rainha de bateria da Rosas, Ana Godoi mostra make da avenida

    Ticiane Pinheiro renova o contrato com a Record

    Michel Teló terá bloco de Carnaval com tradução em libras

    Colorado do Brás será a segunda agremiação a colocar seus componentes no Anhembi. Em terceiro, Gaviões da Fiel completa os seus 50 anos de Carnaval. Além disso, trará a novidade Paulo Barros, pela primeira vez como carnavalesco em uma escola paulista. A Mocidade Alegre também tem gente nova na área: trata-se do carnavalesco Edson Pereira.

    Sidnei França, ex-Gaviões, chega em 2020 como o carnavalesco da Águia de Ouro. Ele também acumula 11 anos pela Mocidade Alegre e tem passagem pela Vila Maria. A Águia traz tem Anderson Rodrigues como responsável pela comissão de frente. Para encerrar os desfiles do Grupo Especial, a Rosas de Ouro entrará na avenida com a Velha Guarda vestindo Ronaldo Fraga.

    Confira a ordem e os sambas-enredos do segundo dia de desfiles do Grupo Especial:

    Sábado, 22 de fevereiro

    1ª – Pérola Negra

    Enredo: “Bartali Tcherain – A estrela cigana brilha na Pérola Negra”, uma homenagem ao povo cigano.

    2ª – Colorado do Brás

    Enredo: “Que Rei Sou Eu?”, sobre a história de Dom Sebastião.

    3ª – Gaviões da Fiel

    Enredo: “Um não sei que, que nasce não sei onde, vem não sei como e explode não sei porquê”, sobre casos de amor.

    4ª – Mocidade Alegre

    Enredo: “Do canto das Yabás renasce uma nova morada”, que exalta ‘poder feminino para reconexão com universo’.

    5ª – Águia de Ouro

    Enredo: “O Poder do Saber – Se saber é poder… Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”.

    6ª – Unidos de Vila Maria

    Enredo: “O Sonho de um Povo Embala o Samba e Faz a Vila Sonhar” homenageará a China.

    7ª – Rosas de Ouro

    Enredo: “Tempos Modernos”, falará sobre a quarta revolução industrial.

  • Unidos da Vila Maria © AgNews

    A segunda noite de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo acontece na noite deste sábado (22), no Sambódromo do Anhembi. A abertura da avenida será com a Pérola Negra. A escola sofreu com as chuvas que castigaram a capital paulista, mas trabalharam para dar a volta por cima.

    VOCÊ VIU? De dominatrix, Solange Almeida agita Carnaval de Salvador

    Rainha de bateria da Rosas, Ana Godoi mostra make da avenida

    Ticiane Pinheiro renova o contrato com a Record

    Michel Teló terá bloco de Carnaval com tradução em libras

    Colorado do Brás será a segunda agremiação a colocar seus componentes no Anhembi. Em terceiro, Gaviões da Fiel completa os seus 50 anos de Carnaval. Além disso, trará a novidade Paulo Barros, pela primeira vez como carnavalesco em uma escola paulista. A Mocidade Alegre também tem gente nova na área: trata-se do carnavalesco Edson Pereira.

    Sidnei França, ex-Gaviões, chega em 2020 como o carnavalesco da Águia de Ouro. Ele também acumula 11 anos pela Mocidade Alegre e tem passagem pela Vila Maria. A Águia traz tem Anderson Rodrigues como responsável pela comissão de frente. Para encerrar os desfiles do Grupo Especial, a Rosas de Ouro entrará na avenida com a Velha Guarda vestindo Ronaldo Fraga.

    Confira a ordem e os sambas-enredos do segundo dia de desfiles do Grupo Especial:

    Sábado, 22 de fevereiro

    1ª – Pérola Negra

    Enredo: “Bartali Tcherain – A estrela cigana brilha na Pérola Negra”, uma homenagem ao povo cigano.

    2ª – Colorado do Brás

    Enredo: “Que Rei Sou Eu?”, sobre a história de Dom Sebastião.

    3ª – Gaviões da Fiel

    Enredo: “Um não sei que, que nasce não sei onde, vem não sei como e explode não sei porquê”, sobre casos de amor.

    4ª – Mocidade Alegre

    Enredo: “Do canto das Yabás renasce uma nova morada”, que exalta ‘poder feminino para reconexão com universo’.

    5ª – Águia de Ouro

    Enredo: “O Poder do Saber – Se saber é poder… Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”.

    6ª – Unidos de Vila Maria

    Enredo: “O Sonho de um Povo Embala o Samba e Faz a Vila Sonhar” homenageará a China.

    7ª – Rosas de Ouro

    Enredo: “Tempos Modernos”, falará sobre a quarta revolução industrial.

  • Rosas de Ouro © LigaSP/Divulgação

    A segunda noite de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo acontece na noite deste sábado (22), no Sambódromo do Anhembi. A abertura da avenida será com a Pérola Negra. A escola sofreu com as chuvas que castigaram a capital paulista, mas trabalharam para dar a volta por cima.

    VOCÊ VIU? De dominatrix, Solange Almeida agita Carnaval de Salvador

    Rainha de bateria da Rosas, Ana Godoi mostra make da avenida

    Ticiane Pinheiro renova o contrato com a Record

    Michel Teló terá bloco de Carnaval com tradução em libras

    Colorado do Brás será a segunda agremiação a colocar seus componentes no Anhembi. Em terceiro, Gaviões da Fiel completa os seus 50 anos de Carnaval. Além disso, trará a novidade Paulo Barros, pela primeira vez como carnavalesco em uma escola paulista. A Mocidade Alegre também tem gente nova na área: trata-se do carnavalesco Edson Pereira.

    Sidnei França, ex-Gaviões, chega em 2020 como o carnavalesco da Águia de Ouro. Ele também acumula 11 anos pela Mocidade Alegre e tem passagem pela Vila Maria. A Águia traz tem Anderson Rodrigues como responsável pela comissão de frente. Para encerrar os desfiles do Grupo Especial, a Rosas de Ouro entrará na avenida com a Velha Guarda vestindo Ronaldo Fraga.

    Confira a ordem e os sambas-enredos do segundo dia de desfiles do Grupo Especial:

    Sábado, 22 de fevereiro

    1ª – Pérola Negra

    Enredo: “Bartali Tcherain – A estrela cigana brilha na Pérola Negra”, uma homenagem ao povo cigano.

    2ª – Colorado do Brás

    Enredo: “Que Rei Sou Eu?”, sobre a história de Dom Sebastião.

    3ª – Gaviões da Fiel

    Enredo: “Um não sei que, que nasce não sei onde, vem não sei como e explode não sei porquê”, sobre casos de amor.

    4ª – Mocidade Alegre

    Enredo: “Do canto das Yabás renasce uma nova morada”, que exalta ‘poder feminino para reconexão com universo’.

    5ª – Águia de Ouro

    Enredo: “O Poder do Saber – Se saber é poder… Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”.

    6ª – Unidos de Vila Maria

    Enredo: “O Sonho de um Povo Embala o Samba e Faz a Vila Sonhar” homenageará a China.

    7ª – Rosas de Ouro

    Enredo: “Tempos Modernos”, falará sobre a quarta revolução industrial.