Eliza Dushku diz ter sido abusada aos 12 anos em “True Lies”


© Facebook


Após 23 anos, Eliza Dushku decidiu quebrar o silêncio sobre um caso marcante em sua adolescência. Pelo Facebook, no último fim de semana, a atriz revelou ter sido abusada sexualmente por Joel Kramer, durante as gravações de “True Lies”, em 1994.

VOCÊ VIU? Sem contrato, Emilly devolve duplex alugado e deixa RJ

Chega ao fim casamento de Diogo Nogueira, diz jornal

Autor mata personagens de “O Outro Lado” por ordem da Globo

Marilene Saade surpreende fãs ao postar foto nua; confira!

O caso teria acontecido quando a famosa tinha apenas 12 anos de idade. “Eu fui molestada sexualmente por Joel Kramer, um dos principais coordenadores de dublês de Hollywood. Desde então, eu tenho lutado para lidar com isso”, disse em um dos trechos da postagem.

A artista ainda destacou que abriu o jogo somente agora porque na época não sabia como encarar a situação. “Compartilhei o que ocorreu com os meus pais, dois amigos adultos e um dos meus irmãos mais velhos. Ninguém parecia preparado para confrontar uma questão como essa, nem eu”, acrescentou.

No longa, a moça interpretou a filha do casal protagonista, vivido por Arnold Schwarzenegger e Jamie Lee Curtis – que prestou solidariedade à colega de elenco. “Ela me contou essa história há alguns anos, fiquei chocada e triste na época e estou até hoje. A história dela serve de alerta para a nossa negação de uma realidade ainda mais horrível, o abuso de crianças”, afirmou a veterana à imprensa americana.

James Cameron, o diretor da produção, também se posicionou acerca da onda de casos parecidos em Hollywood.Eu acho que são corajosas todas as mulheres que estão tornando públicas suas histórias e pedindo justiça. Isso é uma endemia em todos os sistemas humanos, não apenas Hollywood”, disse durante um evento nos Estados Unidos.

O acusado, por sua vez, negou tudo. “Eu nunca a abusei sexualmente. […] Estou com raiva e machucado. Isso veio do nada e teremos apenas a minha versão contra a versão dela. A minha carreira chegou ao fim. Ela me arruinou”, lamentou o profissional.



Close sidebar