Em feito inédito no cinema, Caso Richthofen ganhará dois filmes


© Divulgação


Previsto para ser lançado neste ano, o filme sobre o caso de Suzane von Richthofen, que foi condenada por planejar o assassinato dos pais em outubro de 2002, irá para os cinema só no ano que vem e com novidade inédita no mundo.





VOCÊ VIU? Está ficando sério! Grazi Massafera conhece mãe de Caio Castro

Anitta tentou por 3 dias terminar com Scooby antes do fim oficial

Amiguinhos do príncipe George são investigados na Inglaterra

Fontenelle manda indireta e fãs dizem ser para Eduardo Costa

A Galeria Distribuidora anunciou que o longa, “A Menina Que Matou os Pais” estreará junto com outro filme, “O Menino Que Matou Meus Pais”. Os dois contam a mesma história, mas sob pontos de vistas diferentes.

“É um caso único no cinema mundial essa produção exatamente da mesma história, porém com olhares diferentes. É uma oportunidade para o público analisar e chegar à sua própria conclusão sobre os fatos”, explicou Gabriel Gurman CEO da Galeria.

E detalhou ao “G1”: “Um filme será a versão da Suzane e o outro, a do Daniel [Cravinhos, namorado de Suzane]. São coisas que a gente descobriu na leitura do processo, versões, às vezes do mesmo fato, mas diferentes”.

Vale lembrar que as gravações já começaram e Carla Diaz ficou com o papel da filha de Manfred e Marísia von Richthofen. Já o então namorado da moça, acusado pelas mortes, será interpretado por Leonardo Bittencourt.

Carla Diaz como Suzane von Richthofen
  • © Instagram

    Carla Diaz iniciou sua carreira em 1992, com apenas dois anos de idade, em comerciais para a TV. Em 1994 estreou na novela “Éramos Seis”, do SBT. Contudo, apenas em “O Clone” (2001), da Globo, é que a atriz ganhou visibilidade nacional. Na trama de Gloria Perez, a artista interpretou Khadija Rachid, filha da protagonista Jade (Giovanna Antonelli)

  • © Instagram

    Carla Diaz iniciou sua carreira em 1992, com apenas dois anos de idade, em comerciais para a TV. Em 1994 estreou na novela “Éramos Seis”, do SBT. Contudo, apenas em “O Clone” (2001), da Globo, é que a atriz ganhou visibilidade nacional. Na trama de Gloria Perez, a artista interpretou Khadija Rachid, filha da protagonista Jade (Giovanna Antonelli)

  • © Instagram

    Carla Diaz iniciou sua carreira em 1992, com apenas dois anos de idade, em comerciais para a TV. Em 1994 estreou na novela “Éramos Seis”, do SBT. Contudo, apenas em “O Clone” (2001), da Globo, é que a atriz ganhou visibilidade nacional. Na trama de Gloria Perez, a artista interpretou Khadija Rachid, filha da protagonista Jade (Giovanna Antonelli)

  • © Instagram

    Carla Diaz iniciou sua carreira em 1992, com apenas dois anos de idade, em comerciais para a TV. Em 1994 estreou na novela “Éramos Seis”, do SBT. Contudo, apenas em “O Clone” (2001), da Globo, é que a atriz ganhou visibilidade nacional. Na trama de Gloria Perez, a artista interpretou Khadija Rachid, filha da protagonista Jade (Giovanna Antonelli)

  • © Instagram

    Carla Diaz iniciou sua carreira em 1992, com apenas dois anos de idade, em comerciais para a TV. Em 1994 estreou na novela “Éramos Seis”, do SBT. Contudo, apenas em “O Clone” (2001), da Globo, é que a atriz ganhou visibilidade nacional. Na trama de Gloria Perez, a artista interpretou Khadija Rachid, filha da protagonista Jade (Giovanna Antonelli)

  • © Instagram

    Carla Diaz iniciou sua carreira em 1992, com apenas dois anos de idade, em comerciais para a TV. Em 1994 estreou na novela “Éramos Seis”, do SBT. Contudo, apenas em “O Clone” (2001), da Globo, é que a atriz ganhou visibilidade nacional. Na trama de Gloria Perez, a artista interpretou Khadija Rachid, filha da protagonista Jade (Giovanna Antonelli)

  • © Instagram

    Carla Diaz iniciou sua carreira em 1992, com apenas dois anos de idade, em comerciais para a TV. Em 1994 estreou na novela “Éramos Seis”, do SBT. Contudo, apenas em “O Clone” (2001), da Globo, é que a atriz ganhou visibilidade nacional. Na trama de Gloria Perez, a artista interpretou Khadija Rachid, filha da protagonista Jade (Giovanna Antonelli)

  • © Instagram

    Carla Diaz iniciou sua carreira em 1992, com apenas dois anos de idade, em comerciais para a TV. Em 1994 estreou na novela “Éramos Seis”, do SBT. Contudo, apenas em “O Clone” (2001), da Globo, é que a atriz ganhou visibilidade nacional. Na trama de Gloria Perez, a artista interpretou Khadija Rachid, filha da protagonista Jade (Giovanna Antonelli)

  • © Instagram

    Carla Diaz iniciou sua carreira em 1992, com apenas dois anos de idade, em comerciais para a TV. Em 1994 estreou na novela “Éramos Seis”, do SBT. Contudo, apenas em “O Clone” (2001), da Globo, é que a atriz ganhou visibilidade nacional. Na trama de Gloria Perez, a artista interpretou Khadija Rachid, filha da protagonista Jade (Giovanna Antonelli)