Filho revela últimos minutos com Debbie Reynolds


© Divulgação


Todd Fisher, filho de Debbie Reynolds e irmão de Carrie Fisher, abriu o coração e e falou sobre a morte da mãe pela primeira vez.

VOCÊ VIU? Certidão de óbito não revela causa da morte de Carrie Fisher

“Ela não morreu de tristeza, ela só queria ficar com Carrie”, afirmou Todd à rede de TV ABC News, na última sexta-feira (31).

Ele declarou também que estava sentado ao lado de Debbie quando ela morreu e revelou como foram suas últimas horas de vida.

“Ela não estava inconsolável, nem um pouco. Ela simplesmente disse que não conseguia ver Carrie voltar de Londres, ela expressou o quanto amava minha irmã. Ela, então, disse que realmente queria estar com Carrie. Nessas palavras precisas, e dentro de 15 minutos, ela ‘desapareceu’ e dentro de 30 minutos, ela foi embora”.

Fisher afirmou ainda que Debbie apenas fechou os olhos e “se foi”.

“Da perspectiva da família, este era o destino de Debbie. Ela não queria deixar Carrie e não queria que ela ficasse sozinha. Nós estamos de coração partido. Também estamos felizes por elas estarem juntas. É horrível, é lindo, é mágico elas estarem juntas, vai além das palavras, está além da compreensão”, completou Todd.

Debbie Reynolds morreu aos 84 anos, após sofrer um AVC, na última quarta-feira (28), um dia depois da morte da filha, Carrie, que sofreu um ataque cardíaco.



Close sidebar