Marilyn Monroe teria abortado filho de Kennedy, diz site


© Divulgação


Marilyn Monroe teria abortado um filho fruto de sua relação secreta com o ex-senador americano Robert F. Kennedy. O governo dos Estados Unidos divulgou, no último domingo (5), uma série de documentos que provariam a gravidez da atriz.





VOCÊ VIU? Silvio Santos nomeia sucessora na TV e revela filha favorita

Bruna Marquezine é orientada a ‘esconder’ Neymar

Faustão tira satisfação com diretor de seu programa ao vivo

Aos 92 anos, morre atriz Charlotte Rae

Segundo o “Radar Online” o bebê teria sido gerado meses antes de sua morte. Contudo, a diva teria decidido interromper a gestação por pressão do parceiro, que era casado.

Vale lembrar que a loira não resistiu depois de ter uma overdose de remédios controlados e faleceu, em agosto de 1962.

Várias teorias afirmam que a celebridade foi alvo de uma conspiração por parte do governo americano, incluindo uma pressão por parte dos Kennedy, que a levou à depressão.



Já Robert morreu seis anos depois, em 1968, após ser baleado dentro de um hotel da cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos.