“Monstro”, diz ex de Johnny Depp ao relatar novas agressões


© Divulgação


Amber Heard voltou a acusar Johnny Depp de agressão. A atriz relatou algumas situações de abuso físico das quais diz ter sido vítima.





VOCÊ VIU? “BBB 19”: Hariany empurra Paula durante discussão: “Vou ser expulsa”

Namorado de Fátima dá fora em ministra após ser chamado de lindo

Patricia Abravanel decide quem vai substitui-la durante licença

Marina Ruy Barbosa debocha de supostas críticas de Lilia Cabral

“Um monstro que mudava completamente quando estava sob influência de drogas e álcool”, disse, em documentos obtidos pela revista “People”.

Entre as vezes que a famosa relembrou, está um caso que teria ocorrido em 2015: “Ele jogou uma garrafa em mim, derrubou objetos da sala e deu um soco na parede. Ele ainda me deu um tapa, me agarrou pelos cabelos e me arrastou de uma escada para o escritório para a sala de estar, da cozinha para o quarto e depois para o quarto de hóspedes”.

Depois que o artista negou todas as acusações, o advogado da jovem reiterou as declarações de sua cliente. “Esta ação frívola é apenas o mais recente dos esforços repetidos de Johnny Depp para silenciar Amber Heard. Ela não será silenciada. As ações do Sr. Depp provam que ele é incapaz de aceitar a verdade de seu comportamento abusivo em curso”, afirmou.

E não parou por aí: “Mas enquanto ele parecer decidido a conseguir a autodestruição, nós prevaleceremos em derrotar este processo sem fundamento e acabar com o contínuo assédio vil do meu cliente pelo Sr. Depp e sua equipe jurídica”.

Vale lembrar que os dois ficaram casados por menos de um ano. Os famosos subiram ao altar em 2015, e em 2016 já não estavam mais juntos. Na época, Amber acusou o ex de agressão e chegou a pedir US$ 7 milhões.