Universal pedirá dinheiro a fiéis para filme de Edir Macedo


  • © Divulgação/Paris Filmes
  • © Instagram
  • © Divulgação/Record
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © AgNews
  • © Divulgação/Record
  • © Record
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Record
  • © Instagram
  • © Divulgação/Record
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Divulgação
  • © Instagram
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Divulgação/Record
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Divulgação
  • © Record
  • © Band
  • © Divulgação
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Instagram
  • © Record
  • © Record
  • © Divulgação
  • © Divulgação/Record
  • © Record
  • © Record
  • © Divulgação
  • © Record
  • © Instagram
  • © SBT
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © AgNews
  • © Record
  • © Record
  • © AgNews
  • © Record
  • © Record
  • © Instagram
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © AgNews
  • © Brazil News


A Igreja Universal do Reino de Deus bolou um plano para conseguir 22 milhões de espectadores para a primeira parte da cinebiografia de Edir Macedo – o dobro conquistado no filme “Os Dez Mandamentos”.

VOCÊ VIU? Emilly conversa com Tatá Werneck após status de “penetra”

Silvio Santos questiona vida sexual de padre na TV

Thammy Miranda faz curso e supera Síndrome do Pânico

Luciano reclama em gravação por ciúme de Zezé Di Camargo

Segundo o “Notícias da TV”, a igreja vai mobilizar pastores e obreiros de todo o Brasil para pedirem dinheiro aos frequentadores de cultos com a finalidade de comprar ingressos para quem não tem condições de ir ao cinema.

Além disso, todos os programas da emissora serão acionados, assim como as principais estrelas do canal, para angariar fundos.

Ainda de acordo com a publicação, Clodomir Santos, responsável pela Universal no Brasil, disse que a igreja não vai aceitar “desculpas”, pois a “missão” de vender 22 milhões de ingressos terá de “ser cumprida”.

Vale lembrar que a mesma estratégia foi adotada no início de 2016 com “Os Dez Mandamentos”. Na época, a igreja arrecadou dinheiro e comprou ingressos antecipadamente. Contudo, como resultado, diversas sessões tiveram entradas esgotadas, mas com inúmeras cadeiras vazias.



Close sidebar