Adriane Galisteu não faz striptease: “Preciso esperar”


  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © TV Globo
  • © Band
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © AgNews
  • © Rede TV!
  • © Brazil News/Samuel Chaves e Amauri Nehn
  • © AgNews
  • © AgNews
  • © Manuela Scarpa/Brazil News
  • © AgNews
  • © Youtube
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram


Ainda não foi dessa vez que Adriane Galisteu fez a alegria dos fãs com o striptease que prometeu que faria caso o Palmeiras se tornasse campeão brasileiro em 2016. Por meio das redes sociais, na tarde desta segunda-feira (28), apresentadora explicou o motivo pelo qual ainda não fará a performance.





VOCÊ VIU? Galisteu comenta promessa de strip: “Eu e minha boca grande”

Segundo ela, a declaração foi dada em maio, durante sua participação no programa “Extra Ordinários”, do Sportv.

Por isso, a prioridade sobre as cenas sensuais seriam do programa.

“Preciso esperar a direção do programa se manifestar. A prioridade o programa, não posso fazer a louca e fazer o strip aqui no Facebook ou no meu canal do YouTube, né? Queria explicar isso para vocês e dizer que vou esperar o pessoal do programa entrar em contato comigo. Mas digo que, se for rolar lá no programa, vou caprichar muito. E depois vocês conversem com o meu marido e acalmem a fera, tá?”, pediu.



Durante o bate-papo com os fãs, a famosa assumiu que, na época em que fez a promessa, nunca imaginou que o Palmeiras tivesse chances reais de conquistar o título.



“Em maio, o Palmeiras estava muito na roça, estava vindo de uma campanha muito ruim, tão ruim que eu não estava conseguindo nem fazer o meu filho virar Palmeiras. Naquela época, o Palmeiras não tinha muitas chances de ganhar, pelo menos na minha cabeça. Quando fiz a promessa, o meu marido, que também é palmeirense, quase me matou. Ele alou, ‘você está louca?’ Achei que não ia ter muita chance, não. Falei meio desacreditada e foi aí que eu dancei. Nos meses seguintes, fui vibrando com as conquistas do Palmeiras e fui esquecendo da minha promessa. Só lembrei durante o jogo, quando começaram a me ligar e mandar mensagens cobrando o striptease”, completou.