Agnaldo Timóteo volta a apresentar lucidez, diz médico


© Divulgação


Agnaldo Timóteo apresentou melhoras em seu quadro clínico, nesta quarta-feira (5). O famoso continua internado na UTI do Hospital Geral Roberto Santos, em Salvador, na Bahia.





VOCÊ VIU?  Gabi Costa, atriz de “Órfãos da Terra”, morre aos 33 anos

Flora Diegues morre aos 34 anos

Túlio exibe fotos de Fátima Bernardes de biquíni: “Toda paixão recomeça”

Paulo Vilhena passa por novo procedimento de implante capilar

“Está interagindo melhor e com mais lucidez”, destacou um novo boletim médico.

Além disso, o veterano também melhorou sua situação infecciosa e não apresenta mais febre. No entanto, ele continua sem previsão de receber alta, após sofrer um AVC.

A família do artista estuda agora transferi-lo para São Paulo ou Rio de Janeiro. Os profissionais que estão cuidando de sua saúde ainda analisam a possibilidade.



  • © Divulgação

    Natural de Caratinga, Minas Gerais, Agnaldo Timóteo iniciou sua carreira em programas de calouro, até se tornar conhecido como o “Cauby mineiro”. Antes do estrelato, chegou a trabalhar como motorista da cantora Ângela Maria, e, em paralelo se dedicava à música. Ficou famoso após gravar a canção “Meu Grito”, de Roberto Carlos. Depois disso vieram vários sucessos românticos, como “Ave-Maria”, “Mamãe” e “Os Verdes Campos De Minha Terra”

  • © Divulgação

    Natural de Caratinga, Minas Gerais, Agnaldo Timóteo iniciou sua carreira em programas de calouro, até se tornar conhecido como o “Cauby mineiro”. Antes do estrelato, chegou a trabalhar como motorista da cantora Ângela Maria, e, em paralelo se dedicava à música. Ficou famoso após gravar a canção “Meu Grito”, de Roberto Carlos. Depois disso vieram vários sucessos românticos, como “Ave-Maria”, “Mamãe” e “Os Verdes Campos De Minha Terra”

  • © Divulgação

    Natural de Caratinga, Minas Gerais, Agnaldo Timóteo iniciou sua carreira em programas de calouro, até se tornar conhecido como o “Cauby mineiro”. Antes do estrelato, chegou a trabalhar como motorista da cantora Ângela Maria, e, em paralelo se dedicava à música. Ficou famoso após gravar a canção “Meu Grito”, de Roberto Carlos. Depois disso vieram vários sucessos românticos, como “Ave-Maria”, “Mamãe” e “Os Verdes Campos De Minha Terra”

  • © Divulgação

    Natural de Caratinga, Minas Gerais, Agnaldo Timóteo iniciou sua carreira em programas de calouro, até se tornar conhecido como o “Cauby mineiro”. Antes do estrelato, chegou a trabalhar como motorista da cantora Ângela Maria, e, em paralelo se dedicava à música. Ficou famoso após gravar a canção “Meu Grito”, de Roberto Carlos. Depois disso vieram vários sucessos românticos, como “Ave-Maria”, “Mamãe” e “Os Verdes Campos De Minha Terra”

  • © Divulgação

    Natural de Caratinga, Minas Gerais, Agnaldo Timóteo iniciou sua carreira em programas de calouro, até se tornar conhecido como o “Cauby mineiro”. Antes do estrelato, chegou a trabalhar como motorista da cantora Ângela Maria, e, em paralelo se dedicava à música. Ficou famoso após gravar a canção “Meu Grito”, de Roberto Carlos. Depois disso vieram vários sucessos românticos, como “Ave-Maria”, “Mamãe” e “Os Verdes Campos De Minha Terra”

  • © Divulgação

    Natural de Caratinga, Minas Gerais, Agnaldo Timóteo iniciou sua carreira em programas de calouro, até se tornar conhecido como o “Cauby mineiro”. Antes do estrelato, chegou a trabalhar como motorista da cantora Ângela Maria, e, em paralelo se dedicava à música. Ficou famoso após gravar a canção “Meu Grito”, de Roberto Carlos. Depois disso vieram vários sucessos românticos, como “Ave-Maria”, “Mamãe” e “Os Verdes Campos De Minha Terra”

  • © Divulgação

    Natural de Caratinga, Minas Gerais, Agnaldo Timóteo iniciou sua carreira em programas de calouro, até se tornar conhecido como o “Cauby mineiro”. Antes do estrelato, chegou a trabalhar como motorista da cantora Ângela Maria, e, em paralelo se dedicava à música. Ficou famoso após gravar a canção “Meu Grito”, de Roberto Carlos. Depois disso vieram vários sucessos românticos, como “Ave-Maria”, “Mamãe” e “Os Verdes Campos De Minha Terra”