Alexandre Frota é investigado por estelionato em São Paulo


  • © Divulgação
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © SBT
  • © SBT
  • © Facebook
  • © Facebook


Alexandre Frota é investigado pela Polícia Civil de São Paulo, após abertura de inquérito por causa de uma denúncia feita pelo Movimento Brasil Livre, o MBL. Os supostos crimes são estelionato e formação de quadrilha.

VOCÊ VIU? Fátima e novo namorado já tiveram ‘lua de mel’ na Europa

Namorado desconversa sobre Fátima: “Prefiro não falar”

Grávida, Patricia Abravanel cai ao vivo no palco do Teleton

Jacqueline Brazil estreia no “JN” e faz sucesso na web

O ator e Cleber Teixeira, ex-advogado de Fernando Holiday – coordenador nacional do movimento -, registraram uma associação com o mesmo nome do MBL, o que causou a polêmica entre as partes.

Na última terça-feira (7), a Justiça determinou, por meio de liminar, que os dois investigados deixem de usar a marca e o domínio registrado na internet.

Segundo o jornal “Folha de S.Paulo”, Teixeira acusa Holiday de caixa dois – o que o vereador de São Paulo nega – e que o MBL se beneficia da falta de formalização para atos ilícitos.

Frota, por sua vez, afirmou que apenas legalizou “algo que estava totalmente irregular”. O famoso ainda chamou os membros do movimento de “vendidos, tipo ‘dinheiro na mão, calcinha no chão’”.



Close sidebar