Amiga denuncia ‘vaquinha’ criada em nome de blogueira morta


© Instagram


Dayana Rosa veio a público denunciar uma ‘vaquinha’ falsa criada em nome de Alinne Aráujo, na última quarta-feira (17). A moça afirmou que não passa de um golpe com a imagem da amiga.





VOCÊ VIU? Fontenelle desmente enteadas e revela quanto receberá da herança do ex

Ex-noivo fala pela 1ª vez sobre suicídio de blogueira: “Acabado”

Pedro Cardoso grava com Maisa e vira piada nos bastidores do SBT

William Bonner brinca com filtro de idoso após ser afastado do “JN

“Está difícil para caramba e ainda tem seres humanos desprezíveis que estão fazendo perfis falsos da Alinne e do Orlando [o ex-noivo] pedindo ajuda para vaquinha de enterro. Isso é tudo mentira”, disse.

A mulher pediu ajuda dos internautas para derrubar a página fake: “Ninguém da família dela precisa de ajuda para nada. A gente precisa agora é de sossego e paz. Vou deixar um print do perfil e da vaquinha. Denunciem. Não acreditem nessa vaquinha porque é mentira”.

Ainda muito abalada com a situação, Dayana também criticou a quantidade de fã-clubes criados à influenciadora digital após sua morte. “Não consigo compreender para que fazer um fã-clube de uma pessoa que não está entre a gente e sofreu tanto para isso”, reclamou.



Alinne Araújo sofria de ansiedade e depressão, como já havia relatado em suas redes sociais. Ela foi abandonada pelo companheiro, Orlando Costa, um dia antes do casamento e se jogou do nono andar do prédio em vivia, no Rio de Janeiro.