Ana Hickmann defende cunhado após denúncia de homicídio


  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Record
  • © YouTube
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Record
  • © Alan Morici/ Frame
  • © Montagem - Instagram e Divulgação
  • © Instagram
  • © Divulgação/Estilo
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Facebook
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Record
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Raphael Castello/AgNews
  • © Record
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Record
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Record
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Facebook
  • © Record
  • © Instagram
  • © Facebook
  • © AgNews
  • © Instagram
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Instagram
  • © AgNews
  • © TV Globo
  • © AgNews
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © AgNews
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © AgNews
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © AgNews
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram


O caso do atentado sofrido por Ana Hickmann está longe de ser concluído. A apresentadora do “Hoje em Dia”, da Record, se manifestou sobre a decisão da Justiça em dar prosseguimento ao processo que investiga o seu cunhado, Gustavo Henrique Bello Correa, pelo crime de homicídio doloso.

VOCÊ VIU? William Bonner responde pergunta sobre suposta namorada

Eliminado do “MasterChef”, Victor recebe proposta de Paola

Filha de Flávia Alessandra é pedida em casamento no Marrocos

Evaristo Costa assume comando do “Fantástico”

Por meio das redes sociais, a loira defendeu o irmão de seu marido, Alexandre, e reafirmou que o empresário “foi tão vítima” quanto ela ao protegê-la e matar Rodrigo de Pádua.

“Eu prometi que não ia me manifestar com relação à decisão da Justiça, mas tem uma coisa que eu preciso fazer: agradecer aos amigos e aos desconhecidos por todas as mensagens de apoio pro Gustavo. O Gustavo, nessa história toda, é tão vítima quanto eu. E ele, sim, é o nosso herói. Papa do céu está do nosso lado e vai ser feito justiça”, desabafou.

E continuou: “Guto, você é meu irmão, meu sócio, meu cunhado, minha família e o grande herói dessa história. Ele é meu grande herói. A gente está junto para que der e vier e tudo vai terminar bem, do jeito que tem que ser. Obrigada a todos pelas mensagens de apoio, pelo carinho com o Gustavo. Obrigada do fundo do meu coração”.

Em 21 de maio de 2016, Gustavo Correa atirou conta Rodrigo Augusto de Pádua, que se dizia fã de Ana Hickmann, após o rapaz atentar contra a apresentadora e sua esposa, Giovana Oliveira, assessora da famosa.

O delegado que apurou o caso, Flávio Grossi, alegou que Correa agiu em legítima defesa e pediu o arquivamento do caso. No entanto, o Ministério Público de Minas Gerais apresentou contra Correa uma denúncia por homicídio doloso, quando há a intenção de matar.

Gustavo, então, usou as redes sociais para se defender novamente.

“Fiz o que tinha que ser feito para salvar minha família e me manter vivo. Meu muito obrigado a todos que estão me dando força e indignados: famosos, anônimos e pessoas que nunca vi na vida. Seja qual for a decisão, enfrentarei de cabeça erguida. Se a lei é absurda, precisamos trabalhar para mudá-la para que a vítima não vire réu”, disse na web.



Close sidebar