Ana Paula Siebert fala sobre pressão estética no pós-parto


© Instagram


Nesta sexta-feira (17), Vicky, filha de Ana Paula Siebert e Roberto Justus, completa dois meses de vida. A modelo resolveu abrir o seu coração sobre como, com a chegada da criança, as suas prioridades mudaram completamente. Envolvida com amamentação e cuidados da herdeira, ela afirmou que questões estéticas deixaram de ser primordiais.

VOCÊ VIU? Rodrigo Hilbert é escalado para o programa “É de Casa”

Mariana Goldfarb relembra transtorno de imagem: “Horroroso”

Petrix Barbosa, do “BBB 20”, anuncia que namorada está grávida

Ewbank minimiza noites em claro por conta de Zyan: “Feliz”

Em entrevista para a “Quem”, Ana Paula Siebert explicou por que não postou nenhuma foto de sua silhueta depois do parto. A modelo contou que tem facilidade para emagrecer, mas não gostaria de exibir isso nas redes sociais, já que isso apenas traria uma pressão para outras mães que encontram dificuldades em voltar ao peso depois do nascimento da criança. Ela garante que ainda não perdeu todo o peso da gravidez.

“Muitas pessoas mostram aquela evolução, fazendo foto da barriga de biquíni, no espelho. Não julgo porque pesquisei muito essas fotos antes de engravidar e acompanhei pessoas que fizeram. Não me incomodo de ver, mas sei que nas redes sociais as pessoas se comparam com a gente. Então, decidi não fazer. A minha genética é magra, e perco peso facilmente, mas não é assim para muitas pessoas. Não quis frustrar ninguém e ser símbolo dessa comparação. Depois que a gente vira mãe, vê que o corpo não é prioridade no pós-parto. Por exemplo, não podia fazer exercícios depois da cesárea, e uma dieta muito rigorosa prejudica o meu leite, e eu quero amamentar. Não voltei ao meu peso normal ainda, mas já emagreci naturalmente por causa da amamentação”, explicou.

Na entrevista, ela também falou sobre os desafios da amamentação. “Os primeiros 15 dias foram muito difíceis! As noites em claro, muita dor, o peito machucava… era uma coisa bem intensa! Aquela história toda que ninguém conta pra gente, mas passou e já não sinto mais dor. Agora é o maior prazer da minha vida amamentar e ver que ela está engordando. O que eu mais gosto é quando ela termina de mamar e eu fico com ela no colo, que ela encosta a cabecinha no meu seio, fica dormindo com o contato pele a pele”, afirmou.



Close sidebar