André Azeredo nega uso de drogas e diz que vai à Justiça


© Divulgação / Record


Acusado de ser viciado em entorpecentes por um internauta após deixar o comando do “São Paulo no Ar”, da Record, André Azeredo resolveu usar suas redes sociais, nesta quarta-feira (30), para fazer um desabafo e garantir que pretende processar o responsável pelo boato.





VOCÊ VIU? Mãe de Jorge Fernando ainda não sabe da morte do filho

Após faltar ao Teleton, Silvio cancela gravações no SBT

Anitta anuncia projeto musical e possível despedida do Brasil

Felipe Neto detona Carlinhos Maia: “Não aprende com os erros”

“Sobre acusações de problemas pessoais para o ‘afastamento’, não correspondem à verdade. Estou falando sério, não estou mentido. O rapaz que me acusou de ter sido removido da apresentação por uso de drogas, você vai responder criminal e civilmente por isso, cara”, disse.

E ainda ressaltou, sem identificar a pessoa sobre a qual se referia: “Você é novo, não precisava ter feito isso. Mas você fez, foi irresponsável e vai responder por isso, lamentavelmente”.

Já acerca das notícias de que havia sido afastado de seu programa pela direção do canal dos bispos, o profissional destacou: “Não fui afastado do ‘SP no Ar’. A direção e eu chegamos a uma conclusão que o teste deveria ser feito por questões de audiência. É um teste, eu concordei em estar fora”.



De acordo com o colunista Flávio Ricco, boatos nos bastidores da emissora dão conta de que Azeredo teria sido tirado de sua função no jornalístico por causa de seus supostos atrasos.